Breaking News  
Votações em blockchain? Cidade suíça finaliza testes Blockchain

Votações em blockchain? Cidade suíça finaliza testes

Será melhor que as urnas brasileiras?

Neto Guaraci
Neto Guaraci

O blockchain é usado principalmente para o desenvolvimento de criptomoedas como o Bitcoin, mas é também possível fazer votações em blockchain. Pelo menos é o que indica um novo teste feito na Suíça.

Enquanto no Brasil se discutia a impressão do voto nas super seguras urnas eletrônicas, os suíços do cantão de Zug testavam uma nova tecnologia.

Se trata de um sistema de votos sem servidor central, que pode ser facilmente auditável e mesmo assim respeita a privacidade dos usuários. Tudo isso é possível graças ao blockchain.

Nós explicamos um pouco sobre como o blockchain funciona em um dos nossos primeiros podcasts.

Os residentes poderiam votar usando seus smartphones bastando fazer o download de uma app, se registrar e votar.

Dieter Müller, chefe de comunicações da cidade para a Swiss News Agency disse que “A estréia foi um sucesso“.

O sistema ainda está em fase de testes, por isso as questões de voto foram inventadas e apenas um pequeno grupo de 240 pessoas puderam participar.

Quase todos os participantes acharam o processo de voto simples, apenas 3 acharam o contrário. Muitos deles indicaram que usariam o mesmo sistema para pagar o estacionamento, pegar livros emprestados e até pagar impostos.

Vale lembrar que na Suíça não se vota apenas em representantes, mas também em questões locais, aumento de impostos, imigração, educação e outros aspectos sociais. É um misto de democracia representativa e democracia direta.

Segundo a agência de notícias Swissinfo, Dolfi Müller (prefeito de Zug) é um entusiasta da tecnologia. Ele acredita no potencial da tecnologia.

Como em todas as socidades, há pessoas que são mente abertas e cidadãos mais conservadores” disse Müller. “Nós queremos persuadir mais pessoas a serem mente abertas“.

Tal mentalidade transformou Zug no CryptoValley, algo similar ao Sillicon Valley mas de criptomoedas. Lá estão a Ethereum Foundation, ShapeShift, Tezos e dezenas de outras empresas e fundações.

Você acha que o blockchain pode um dia se tornar um meio mais seguro de votação? Falando em eleições, fique ligado sobre como as eleições podem afetar o preço das criptomoedas.

Como as eleições podem afetar a cotação do Bitcoin no Brasil

Neto Guaraci
Neto Guaraci

Sou estudante de Gestão de Negócios e Inovação na Fatec-Sebrae. Trabalho na Foxbit, ajudo na criação de conteúdo. Amo falar sobre criptomoedas, liberdade financeira e empreendedorismo. Se você também gosta, entre em contato. :)

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.