Wells Fargo, uma das maiores gestoras de patrimônio dos EUA, e que está na carteira de Warren Buffett desde 1989, começou a oferecer investimentos cripto para alguns de seus clientes.

Um porta-voz da Wells Fargo confirmou ao Business Insider na sexta-feira (30/07) que a empresa começou a oferecer exposição à criptomoedas para seus clientes de wealth management.

Sendo um dos maiores gestores de patrimônio dos EUA, o braço de Wealth Management da Wells Fargo administra quase US$ 2 trilhões em ativos.

Em maio, Darrell Cronk, presidente do Wells Fargo Investment Institute, uma subsidiária integral do Wells Fargo Bank, havia revelado que sua equipe estava se preparando para oferecer “uma solução gerenciada profissionalmente” para criptomoeda aos clientes.

“Achamos que o espaço da criptomoeda acabou de atingir uma evolução e maturação de seu desenvolvimento que permite que agora seja um ativo viável para investimento”, disse ele.

Na verdade, a Well Fargo é só mais um banco que está cedendo ao apelo dos seus clientes. Na mesma situação, ou perto de liberar essa classe de ativo, encontram-se outros bancos americanos como o Goldman Sachs, JPMorgan, Morgan Stanley, Citigroup e Bank of America. 

Embora o lendário investidor Warren Buffett tenha diminuído consideravelmente seus investimentos em Wells Fargo, agora a segunda maior posição da sua holding é o Bank of America, também citado anteriormente.

No Brasil, os bancos também estão cedendo ao crescimento das criptomoedas ao oferecer investimentos para clientes por meio de ETFs. Os fundos de cripto já estão disponíveis no Banco do Brasil, Itaú, Genial, BTG Pactual, assim como o Nubank, também presente nos últimos investimentos do bilionário e anti-bitcoin Warren Buffett. 

Leia mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br