Os atletas que representam a Índia nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 podem receber uma recompensa extra se conseguirem uma medalha. Além da tão esperada medalha de ouro, prata ou bronze, os vencedores também receberão um prêmio em criptomoedas, mais precisamente bitcoin (BTC) ou ether (ETH) da exchange Bitbns.

Na hora de subir ao pódio, ouvir seu hino nacional e receber a medalha, os atletas indianos também poderão preparar a carteira para receber criptomoedas, promete uma corretora de bitcoin local.

Conforme anunciado em sua conta oficial no Twitter, a exchange Bitbns, originária da Índia, abriu contas SIP (de plano de investimento sistemático) para os três medalhistas do país asiático até agora, e fará o mesmo com os próximos que conseguirem obter em um pódio em Tóquio.

Essas contas, amplamente utilizadas na Índia segundo sites especializados, constituem uma alternativa para o investimento gradual em um determinado fundo de investimento. São utilizados por quem não dispõe de um grande capital para investir de uma só vez e, em vez disso, decide distribuir os fundos depositados num determinado período de tempo.

As contas de presentes terão valor inicial de 200.000 rúpias para os medalhistas de ouro, 100.000 rúpias para os vencedores da medalha de prata e 50.000 rúpias para os terceiros colocados, ou seja, uma medalha de bronze. Esses valores equivalem a cerca de R$ 14 mil, R$ 7 mil e R$ 3,5 mil, respectivamente, conforme dados de câmbio no momento.

De acordo com o que é detalhado pelo portal indiano The Economical Times, o dinheiro será creditado automaticamente e os atletas poderão acessá-lo após a conclusão do KYC (‘Conheça seu cliente’, em português). Além disso, o SIP vai durar de 3 a 5 anos, o que a Bitbns diz que permitirá que os atletas ganhem uma renda fixa de longo prazo com exposição moderada a ativos digitais.

Até agora, a bolsa já abriu três contas para premiar medalhistas olímpicos da Índia. Os destinatários foram Mirabai Chanu, que conquistou a medalha de prata no levantamento olímpico feminino; Pusarla Sindhu, vencedora do bronze no badminton feminino; e Loylina Borgohain, também medalha de bronze no boxe feminino na categoria meio-médio.

Veja também:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br