A corretora XDEX, criada por sócios XP Investimentos, anunciou hoje que irá encerrar as atividades.

Em comunicado em seu blog oficial, a corretora expressou a dificuldade em empreender em um mercado não regulado e que agora era o momento de parar:

Empreender é e sempre foi um grande desafio, sobretudo dentro de um mercado não regulado. Mas empreender é saber, também, o momento de parar.

Eles também culpam o encerramento a competição e aos poucos avanços regulatórios:

A projeção do mercado, competição e os poucos avanços regulatórios diminuíram as oportunidades encontradas no início do projeto e foram a base dessa difícil decisão tomada pela empresa.

E realmente, a legislação do mercado de criptomoedas brasileiro não andou. Contudo, a Receita Federal criou dificuldades para os empreendedores brasileiros com a IN 1888/2019.

Outro fator citado pela própria exchange é a crescente competição, o mercado brasileiro de criptomoedas chegou a ter 40 corretoras. Ao mesmo tempo, exchanges estrangeiras como a NovaDax chegaram ao país.

Expectativa x Realidade

A XDEX, assim como a Bakkt nos Estados Unidos, era uma grande esperança para impulsionar o mercado de criptomoedas, principalmente com a entrada de investidores institucionais.

Com a expertise dos sócios da XP Investimentos, o mercado esperava bilhões de reais entrando. Entretanto, devido a incertezas regulatórias, isso nunca pode ser concretizado.

Prazo para saques

A XDEX deu um prazo de 30 dias para que os clientes retirem seu saldo integralmente.

“Após o período de 30 dias, caso o próprio cliente não tenha realizado a venda dos ativos, faremos em seu nome e o valor obtido com  a venda será depositado na conta bancária cadastrada na XDEX em até 3 dias úteis.”

Como a corretora não trabalha com saques de bitcoin, tudo será feito em reais e utilizando o sistema bancário.

É outra exchange brasileira falindo e uma das maiores do Brasil.

Veja também: As melhores exchanges de bitcoin do Brasil

*Matéria em construção