Coingoback

A mídia estatal chinesa continua colocando o Bitcoin em sua agenda de reportagens. Ultimamente, eles têm replicado previsões sobre o bitcoin que são surpreendentes de alguma forma para a comunidade de criptomoedas devido ao número de menções ao assunto desde há vários meses.

Televisão Central da China impulsionando o Bitcoin?

Desta vez, a CCTV, uma das maiores emissoras estatais da China, transmitiu previsões do BTC, que apontaram o fato de que o mercado em alta pode causar pressão de queda de longo prazo sobre o ouro, já que o hype da criptomoeda poderia “ofuscar” o amarelo metal.

Mas, na realidade, essa previsão não foi feita pela própria CCTV. Eles reproduziram um artigo feito pela China Securities, um conhecido meio de comunicação nacional e considerado um dos mais “independentes” do país.

Além disso, o artigo em si não era sobre bitcoin, mas sobre os preços do ouro, já que a referência do BTC foi breve e citava comentários de Nikolaos Panigirtzoglou, diretor administrativo do JPMorgan Chase.

Por outro lado, a JPMorgan tem fama de ser a maior instituição financeira com histórico de manipular o preço do ouro, como apontou o empreendedor da área Avelino Morganti. Em outubro deste ano, por exemplo, a empresa recebeu uma multa de US$ 920 milhões por manipular o mercado de metais preciosos.

As reações começaram a aparecer nas redes sociais, como a postada por Matthew Graham, CEO da Sino Global Capital, sobre a menção do CCTV ao bitcoin:

“De qualquer forma, o fato de estar recebendo tempo de antena no CCTV é bastante significativo, não tenho certeza se a origem da pesquisa é tão importante.”

Por outro lado, Qiao Wang, analista de criptomoedas e membro da DeFi Alliance, afirmou que a menção era “simplesmente incrível”, acrescentando:

“É realmente incrível se você pensar sobre isso. Uma década atrás, começamos a imprimir um livro-razão digital que hoje ainda tem menos de 1 terabyte e está sugando a vida de um elemento da tabela periódica que existe desde o início do universo.”

Marc van der Chijs, cofundador da empresa de capital de risco First Block Capital, citou o tweet de Wang e apontou o ressurgimento de um “enorme mercado em alta”:

“Se isso for verdade, é outro sinal de um enorme mercado em alta: a capitalização de mercado do ouro hoje é 31 vezes maior do que o Bitcoin, enquanto a oferta de BTC é extremamente limitada (900 novas moedas por dia). O preço do BTC precisa explodir para acomodar a demanda adicional. Pena que os chineses só podem comprar BTC em mercados de balcão OTC (não nas bolsas).”

Menções recentes ao Bitcoin na mídia chinesa

Desde a repressão do país à indústria de criptomoedas em 2017, qualquer tópico relacionado ao Bitcoin era praticamente marginalizado na agenda da imprensa chinesa, como reporta o News.Bitcoin.com.

No início deste mês, porém, a Sina e Xinhuanet publicaram declarações afirmando que a recente alta nos preços do BTC não tinha uma explicação clara. E que em vez de focarem nisso, as pessoas deveriam se concentrar em políticas estaduais pró-blockchain, e não em bitcoin.

O que pode ter mudado de 2017 até agora? Deixe a sua opinião na seção de comentários abaixo.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!