Passfolio

Com uma queda de 30% em relação à alta do índice Nasdaq Composite, que inclui quase todas as ações listadas na bolsa de valores Nasdaq, os investidores não estão encontrando conforto no setor da tecnologia.

Mesmo assim, em meio a este doloroso cenário de mercado de baixas, existem algumas áreas dentro do setor onde os investidores ainda podem encontrar segurança, de acordo com os analistas do banco Bernstein.

Segundo o analista Toni Sacconaghi, a avaliação geral do setor está se aproximando do seu múltiplo relativo histórico, “apontando um risco limitado de que o desempenho da tecnologia siga inferior.”  

Além disso, Sacconaghi também observou que as avaliações das principais ações em tech estão sendo negociadas a um valor parecido com seus níveis históricos e, “na verdade, estão sendo negociadas abaixo dos níveis médios relativos.”

Passfolio

A elevação das taxas de juros nos EUA e o medo da recessão levaram o mercado para a liquidação de muitas ações nos últimos meses, todos os principais setores do índice S&P 500 caíram pelo menos 9% de seus picos, com a tecnologia da informação e os serviços de comunicação caindo mais de 26%.

As principais ações de tecnologia, incluindo Netflix (NFLX) e Meta Platforms (META), caíram respectivamente cerca de 74% e 57% de seus picos, enquanto que a Amazon (AMZN) caiu 42%.

Esse fenômeno, no entanto, não é novidade. Algo similar aconteceu “durante a crise financeira de 2008, as ações de tecnologia chegaram ao fundo do poço meses antes das ações cotadas pelo índice S&P 500 e, após alguns meses, se recuperaram primeiro,” disse Cathie Wood, acreditando que estamos passando pela mesma situação.

O banco Bernstein possui um ponto de vista parecido e, por isso, apontou 4 ações que podem servir como “abrigo” para se esconder deste mercado de baixas

  • As ações da Apple (AAPL) caíram cerca de 24% em relação ao seu pico, mas poderiam subir 20% em relação ao fechamento de segunda-feira (27), com base na meta de preço de US $170 do Bernstein.
  • As ações da Dell (DELL) caíram mais de 19% de seu pico, mas a meta de preço de US $72, dada pelo banco, indica uma valorização de 43% em relação ao preço de fechamento mais recente.
  • As ações da IBM (IBM) subiram quase 7% em 2022, e tiveram destaque pelo mesmo motivo que as ações da Dell: ambas estão sendo negociadas com baixas valorizações, e muitas ações de hardware ostentam forte demanda corporativa, segundo Sacconaghi. Por isso, a meta de preço do Bernstein para a IBM é de US $145 por ação, um aumento de 2%.
  • Por fim, as ações da Hewlett Packard Enterprise (HPE) caíram mais de 11% este ano, mas a meta de preço de US $20 por ação indica uma valorização de 42%, segundo o banco. 

Caso você também acredite no potencial de alguma ação de tecnologia listada nas bolsas norte-americanas, crie sua conta na corretora Passfolio e comece a investir com praticidade.

Leia também:

Passfolio