Coingoback

Em Montana, estado ao norte dos Estados Unidos e que faz fronteira com o Canadá, a mineração de metais como ouro, chumbo, cobre, zinco e prata já faz parte da cultura local. Desta vez, um outro tipo de mineração vem chamando a atenção do mercado por lá: a mineração de bitcoin.

A empresa norte-americana Madison River Equity LLC recentemente entrou com pedido para a construção de um parque solar que, por consequência, viabilizaria uma forte operação de mineração de bitcoin no estado. 

A Madison River é uma subsidiária da FX Solutions, empresa que também controla a mineradora de bitcoin Atlas Power. Caso a empresa de mineração garanta as licenças para operar, a Atlas pretende adquirir a produção de energia do parque solar, e vender o excedente energético.

Mapa do projeto em Montana de mineração de BTC. São 900 estádios de futebol de área.
Mapa do projeto proposto Basin Creek Solar no sul de Butte. Cortesia Matt Vincent

O projeto Basin Creek Solar Project prevê a criação do 4º maior parque solar do país, com tamanho equivalente a aproximadamente 900 estádios de futebol, e investimento total estimado em 250 milhões de dólares (cerca de 1,3 bilhões de reais). 

Se concluído, o projeto poderia produzir cerca de 300 MW/ano de energia renovável, o que seria suficiente para abastecer cerca de 40.600 casas de família (para se ter ideia, existem apenas cerca de 14.605 casas na região).

Do total de energia produzida, estima-se que 25% seria consumido pela operação de mineração de criptomoedas, e o resto seria disponibilizado para outros consumidores da região, incentivando a cidade a se tornar um hub de energia renovável.

Antilocapras passeando na neve de Montana, EUA.
Um rebanho de cerca de 30 antilocapras caminhando durante uma tempestade de neve em maio ao longo da margem de Little Basin Creek, perto da Basin Creek Road, na área do projeto solar proposto. Meagan Thompson, The Montana Standard

Embora o projeto pareça estar alinhado com os objetivos sustentáveis de boa parte da comunidade cripto (incluindo Elon Musk), há também alguns membros da comunidade local preocupados se a eletricidade extra gerada na verdade beneficiaria a própria região, ou se seria vendida para outro lugar. 

Além disso, vários moradores acham que o projeto geraria problemas ambientais ou turísticos, já que a área em questão é montanhosa e cheia de animais selvagens, com excelentes atrativos naturais.

Como o projeto não está situado numa zona dedicada ao uso industrial, o Basin Creek requer uma licença de uso especial, que está em discussão. Se aprovado, o prazo de construção do complexo é de 13 meses, começando pelo menos a partir de agosto de 2021. 

Leia Mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br