Um dos bancos mais antigos da Itália, o Banca Sella, foi também um dos mais novos a aderir ao mundo do Bitcoin. O sistema em testes beta, chamado Hype, deverá ser concluído e implementado em poucos dias.

O banco, fundado em 1886, é um dos mais famosos da Itália. A plataforma, que promete “ser um intermediário mais seguro para exchanges”, irá operar para mais de 1.2 milhão de cidadãos em seu sistema.

Hype não só possibilitará o envio de bitcoins para contatos da sua agenda, mas também possibilita o pagamento de compras em “todos os casos onde pagamento por criptomoeda é aceito”.

Além disso, o banco também promete ter uma “interface de usuário fácil e simples de se navegar”, e cobrará 1% em comissões de transações.

Uma boa transição para amenizar a crise

Eventualmente, era previsto que certos bancos fossem aderir a alternativas não exploradas, visto que vivemos em tempos inesperados com a quarentena geral causada pelo Coronavírus.

Com a Itália sendo a segunda mais afetada do mundo, pode-se dizer que as medidas de quarentena geral pedem por adaptações cada vez mais complexas como esta; já que até mesmo rotinas comuns são dificultadas no momento, como ir fazer compras no mercado.

Assim, podemos compreender a tentativa do banco da Itália de explorar, de forma “inusitada”, uma alternativa tão nova quanto adotar Bitcoin em sua comunidade local, facilitando transações online e à distância.

Leia também: Bancos alemães poderão custodiar e vender bitcoins