Michael Saylor, dono de aproximadamente 18 mil bitcoins e CEO da maior empresa de BI de capital aberto do mundo, foi ao canal Nomad Capitalist na última quarta-feira e revelou algumas estratégias interessantes.

Por lá, Saylor deu uma aula de história e explicou como as famílias mais ricas do mundo preservam riqueza e evitam impostos. 

Se você é realmente inteligente… Primeiro vamos falar de criação e preservação de riqueza. As famílias mais ricas do mundo, a maneira que elas ficaram ricas é que elas criaram ativos ou compraram ativos e guardam para sempre e nunca vendem.

Como exemplo, Saylor cita o bilionário John Malone conhecido pelo seu império midiático. Malone é dono da Liberty Media, que por sua vez detém o time de baseball Atlanta Braves e também é proprietário da Fórmula 1. 

Você sabe, Jhon Malone nunca quis pagar ganhos de capital, você nunca paga capital de longo-prazo contra ganhos de capital de curto-prazo, e eles não geram renda. Eles têm ativos que apreciam de valor e eles pegam emprestado contra esse ativo, eles hipotecam seus prédios, compram times de futebol e pegam empréstimos contra os ativos, eles pegam empréstimos contra artigos de arte.

Hold, a filosofia dos milionários

Essa filosofia de guardar ativos está nas raízes do bitcoin. Um dos memes mais conhecidos entre os bitcoiners é o hodl, termo com significado similar ao hold (guardar) que incentiva o acúmulo do ativo digital e o entesouramento mesmo em tempos de alta no preço. 

Saylor segue com suas dicas e fala sobre as vantagens de pegar empréstimos garantidos em bens de boa qualidade, o que já apontamos no Cointimes no artigo  “Regulada pelo BC, Fintech oferece empréstimo com garantia em criptomoeda”:

O que quer que seja, você compra o ativo de maior qualidade, você guarda para sempre e então você pega emprestado e não há impostos em dinheiro que você pega emprestado, não há imposto de renda e também não haverá imposto no ativo, pois você nunca venderá.

….Tente descobrir como diminuir seus impostos. Que tal simplesmente não vender? Agora o que você deve fazer para não vender é comprar o melhor ativo, se você comprar o ativo  mais imaculado, tecnicamente superior e de longa duração, não há razão para vender seus bitcoins.  Você pode dar para seus netos e ele deverá durar por 100 anos, 1000 anos. Certo, ele transcende uma companhia, um país. “

O empresário destacou a dificuldade de manter alguns ativos em caso de aumentos de tributos.

Se eu tivesse 100 milhões de dólares em terras na Califórnia, o estado poderia taxá-lo e eu não consigo movê-lo então eu terei que vender em algum ponto e então eu serei taxado. Se eu comprar US$100 milhões de dólares em ações, fico nas mãos da bolsa valores ou do custodiante e todas as regulações e talvez imposto renda seja cobrado sobre os ganhos de capital, claro, eu posso evitar ganhos de capital se eu não vender. Entretanto, existe o risco de competidores, a companhia acaba ficando não competitiva eu posso ter que vender pois ela não tem o monopólio do dinheiro puro.

Para ele, o btc é “energia monetária pura” com grande mobilidade e sérias vantagens contra o ouro: 


“Qual o melhor ativo que eu posso comprar? Energia monetária pura, não há CEO, não companhia, não há Iphone 11 para não gostar. E a propósito, se a Califórnia mudar seus tributos, então mude para Wyoming, se ele mudar as taxas então mude para Flórida, quando eles mudarem vá para Porto Rico, se você não gostar vá Cingapura…. . A propósito, se eu tivesse meu ouro em Nova  York seria um pouco difícil movê-lo para Cingapura, mas se eu tiver meu bitcoin em um banco em Nova York eu posso movê-lo em 30 minutos por 5 dólares. “


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!