Nesta quinta-feira (09) o Bitcoin (BTC) continua lutando para se manter próximo do nível de US$ 50.000 – R$ 275.500 nas corretoras brasileiras. Após decisão do Copom que elevou a taxa Selic, o rendimento do produto financeiro mais conhecido pelo brasileiro teve alterações; veja. 

Confira também neste Resumo de Mercado a conquista do décimo lugar do ranking de criptomoedas do CoinGoLive pela altcoin Terra (LUNA), destaque do RM na semana passada. 

Ranking de Criptomoedas – Fonte: CoinGoLive.com 

Bitcoin abaixo de US$ 50 mil

Desde a queda de preços massiva que ocorreu durante o fim de semana, o bitcoin não conseguiu produzir nenhum ganho significativo ou superar o nível cobiçado de US$ 50.000 de forma decisiva.

Parecia que o ativo conseguiria ultrapassar esse nível há dois dias, quando foi negociado bem acima dessa linha e chegou a atingir US$ 52.000. No entanto, os ursos não permitiram nenhum aumento adicional.

Passfolio

Ao contrário, eles empurraram a criptomoeda para o sul e a baixaram para menos de US$ 49.000 ontem.  

De acordo com a análise da Ecoinnometrics: “As baleias e os peixes pequenos estão se movimentando na mesma direção. Em princípio, isso é bom para o bitcoin. Mas precisaremos de mais de um ponto vermelho para confirmar que este é um ponto de virada para o ativo.”

Baleias e sardinhas estão acumulando – Fonte: Ecoinometrics

Mais uma vez, porém, o bitcoin não conseguiu se manter acima do nível mencionado, a partir de agora, é negociado por US$ 49.4280. Sua capitalização de mercado caiu abaixo de US$ 950 bilhões, e o domínio sobre as altcoins fica em 37,8%.

Selic vai a 9,25 e poupança rende menos do que antes 

A despeito dos sinais de desaceleração da economia, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu continuar com a sua estratégia de aperto monetário para consolidar o processo de baixa da inflação e voltar a coordenar as expectativas do mercado.

Dentro de um roteiro já esperado, o colegiado subiu ontem em 1,5 ponto percentual, de 7,75% para 9,25% ao ano, os juros básicos da economia e encomendou outra alta da mesma magnitude para fevereiro. Fato que vai contra os apelos de parte dos analistas para que o BC adote um ritmo menos forte.

Mesmo com a alta acumulada de 7,75 pontos percentuais na taxa Selic desde março, o aumento da inflação ainda preocupa. A alta dos juros também altera as regras da poupança e Caderneta ficará ainda mais distante da inflação.

Atualmente, a correção dos valores da Poupança equivale a 70% dos juros Selic mais a taxa referencial (TR), que é um indicador do mercado financeiro. A TR está zerada atualmente. Na prática, com a juro base em 9,25% ao ano, a rentabilidade da Caderneta é de 6,475% ao ano. Mas o rendimento passará a ser de 0,5% ao mês mais essa taxa referencial, o que equivale a 6,17% ao ano. Ou seja, o percentual de correção será menor.

Os juros estão em 7,75% ao ano. A Caderneta rende 5,425% ao ano nesse patamar (O bitcoin rendeu quase 170% em um ano, segundo o CoinGoLive). O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, já disse que a autoridade monetária estuda mudanças para a Poupança, mas não deu detalhes.

Dólar (USDC) fexhou próximo de R$ 5,51, após 1,47% de queda em 24 horas segundo o CoinGoLive.

Terra conquista o top 10

Semelhante ao bitcoin, a maioria dos altcoins teve dificuldades nos últimos dias. Nas últimas 24 horas elas até realizaram alguns ganhos. Ethereum (ETH), por exemplo, tinha desistido do nível de US$ 4.600 durante a queda de sábado, mas rapidamente se recuperou e recuperou US$ 4.000. Em uma escala diária, porém, a ETH sobe somente 0,85% e fica em pouco mais de US$ 4.300.

A Terra, por outro lado, cresceu quase 10% em um dia. Como resultado, o token LUNA agora é negociado a US$ 71,98 e está a apenas alguns centímetros de registrar mais um recorde de preços, que agora está em US$ 77,73, de acordo com o CoinGolive.

Leia também: Volume da rede Bitcoin aumenta e Terra “vai à Lua”

Além disso, o ativo agora está entre as dez maiores criptomoedas por valor de mercado.

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+0,85%), Binance Coin (+3,46%), Solana (+1,90%), Cardano (+0,81%), Ripple (+11,38%), Polkadot (+1,46%), Terra (+9,66%), Dogecoin (+2,29%), Avalanche (+2,90%) e Shiba Inu (+2,14%). 

De acordo com o CoinGoLive, a capitalização de mercado de todos os ativos cripto continua em cerca de US$ 2,46 trilhões nesta quinta-feira.

Leia também: Câmara dos Deputados aprova regulamentação de criptomoedas no Brasil


Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes (acesse) e tenha um ótimo dia de negociações.

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.