Bitfy - 760x150

O valor transacionado na rede do Bitcoin tem crescido constantemente, segundo dados recentes da empresa de análise on-chain Glassnode.

Além disso, a empresa de pesquisa Messari esclareceu sobre os conceitos errados que levam as pessoas a crerem que blockchains públicos como Bitcoin e Ethereum fracassaram como canais de pagamento.

O volume médio de transferências de Bitcoin dobrou desde o início do ano

De acordo com um tweet da Glassnode, a transferência média de Bitcoin é de cerca de US$ 195. Isso marca um aumento de 100% em relação ao número anterior desde o início do ano.

O último pico nas transferências medianas do BTC ocorreu entre novembro de 2017 e março de 2018.

Black Friday Coingoback

 

Mas o que significa o volume médio de transferência de Bitcoin? Segundo a empresa de análise onchain, é a quantia mediana estimada de moedas movidas entre diferentes entidades, ou seja, exclui-se o volume transferidos entre endereços da mesma entidade (como exchanges).

Isso mostra que, em geral, o Bitcoin como um ‘sistema de dinheiro eletrônico ponto a ponto’, conforme o design original de Satoshi, está cada vez mais cumprindo seu objetivo. E há ainda mais evidências neste sentido.

Bitcoin está cumprindo seu objetivo ao se tornar um canal de pagamento valioso

As pessoas criticaram os blockchains públicos, especialmente o Bitcoin e o Ethereum, por suas deficiências em servir para transferências de valores. Bem, os números do último relatório da empresa de pesquisa de criptomoedas Messari dizem o contrário.

De acordo com um artigo publicado ontem pelo pesquisador Ryan Watkins, o Bitcoin e o Ethereum estão no ritmo de liquidar US$ 1,3 trilhão em transações combinadas em 2020.

1,3 trilhão de dólares são transacionados em BTC e ETH em 2020. Fonte: Messari

As transferências de bitcoin ocupam a maior parte no “bolo de transferência”, conforme o gráfico. Mas as stablecoins baseadas em Ethereum tem crescido cada vez mais a sua importância nesta análise.

Blockchains públicos têm um “objetivo”

Apontando conceitos errôneos sobre blockchains, Watkins diz que as alegações são infundadas. As pessoas ‘prematuramente’ as comparam a empresas como a VISA. Mas é muito mais apropriado equipará-los a grandes sistemas de liquidação como o Fedwire.

Os blockchains públicos têm um objetivo, de acordo com Watkins, e esse objetivo é liquidar as transações rapidamente, sem que elas sejam contestadas, revertidas ou gastadas duas vezes.

Ele continua acrescentando que os blockchains públicos precisam garantir os pagamentos entre as partes envolvidas na transação. Portanto, ‘fortes garantias de liquidação’ são uma necessidade.

Essa é a necessidade que Satoshi implicou quando ele lançou o white paper do Bitcoin em 2008.


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br