​​​​A capitalização de mercado do Bitcoin mais uma vez ultrapassou a marca de US$ 1 trilhão, com o preço da criptomoeda decolando para mais de R$ 300.000 no Brasil.

O Bitcoin atingiu o marco pela primeira vez em 19 de fevereiro, e desde então sofreu com muita volatilidade, como é esperado do BTC. Nesta quarta-feira, segundo o Coingolive, o bitcoin sobe 8,94% no gráfico diário.

Hoje cedo, o bitcoin atingiu US$ 55.499 na bolsa americana Bitstamp. Este é o nível mais alto desde 12 de maio, o dia em que o CEO da Tesla, Elon Musk, anunciou que a Tesla pararia de aceitar pagamentos em BTC devido a preocupações relacionadas ao clima.

De acordo com informes na quarta-feira, a administração do Soros Fund, de propriedade do investidor bilionário George Soros, confirmou para a Bloomberg que o fundo está negociando bitcoin.

“Temos algumas moedas – não muitas”, disse Dawn Fitzpatrick, o presidente-executivo do fundo.​​ O CEO do Soros Fund ainda comentou que não tinha certeza se o Bitcoin é visto apenas como uma proteção contra a inflação, demonstrando confiança em um potencial maior para a moeda.

O que está cada vez mais estabelecido, porém, é que a escassez do Bitcoin é capaz de proteger o investidor da massiva impressão de dinheiro pelos bancos centrais. Conforme mostramos em matéria publicada na segunda-feira, o IBGE apontou o Bitcoin como único investimento a superar o cenário inflacionário.

Nem mesmo os melhores investimentos de renda variável no Brasil superaram a alta da inflação em 2021.

Bitcoin se aproxima do preço do quilo de ouro e é único ativo a bater a inflação no Brasil

Com o rali de hoje, a cotação de 1 BTC se aproxima do preço do quilo de ouro, o “porto-seguro” mais tradicional do mundo.

O ouro, apesar da confiança milenar, vem apresentando queda desde 2020, o que o aproximou do preço do bitcoin. No momento da escrita desta matéria, o quilo do ouro é negociado por volta de US$ 56.615 de acordo com o GoldPrice.org.

No auge da crise do covid, em abril de 2020, o Cointimes explicou como o Bitcoin seria capaz de ganhar parcela de mercado do metal precioso ao se tornar uma versão aprimorada do ouro, mas totalmente digital.

No momento, a capitalização de mercado do Bitcoin é de 1,03 trilhão de dólares, segundo dados do Coingolive.

Leia mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br