A Bolsa de Valores brasileira, a BOVESPA, sofreu uma perda de mais de 1000 pontos com o aumento da taxa de juros da economia norte-americana para 2,5%. Também teve a notícia da soltura do ex-presidente Lula, determinada pelo ministro do STF, Marco Aurélio. A queda iniciou assim que as primeiras notícias começaram a circular, por volta das 14h. 

bovespa despenca após soltura do ex-presidente lula
Fonte: B3

Com soltura do ex-presidente Lula e decisão da FOMC de aumentar os juros americanos, Bovespa perde mais de 1,5%

A decisão da FOMC de aumentar para 2,50% a taxa de Juros americana também ajudou a acelerar a queda da Bovespa, retirando dólares da economia brasileira.

Até o momento, o índice da Bovespa aponta para uma queda de mais de 1%, o que é um número bem significante quando falamos de um mercado desse tamanho. O que mostra que o mercado reagiu muito mal às notícias. O que assusta os investidores é a possibilidade de uma recessão global ainda no ano que vem. 

A queda é acompanhada pelos mercados internacionais. O Dow Jones e o S&P 500, principais bolsas americanas, também já acumulam baixas semanais seguidas, motivadas principalmente pela guerra comercial com a China. E também pelo aumento das taxas de juros.

Contudo, a BOVESPA estava tendo uma alta consistente até que a notícia da soltura de Lula começou a circular. Essa notícia, somada com a decisão da FOMC em aumentar em 0,25% a taxa de juros dos Estados Unidos, ajudou a BOVESPA a afundar. Uma eventual soltura do ex-presidente Lula causa ainda mais incerteza política e econômica no Brasil. 

Entretanto, a soltura do ex-presidente Lula não deve ocorrer imediatamente, porque existe a possibilidade de recursos da PGR (Procuradoria Geral da República). Isso poderia tornar essa soltura em parte de mais um capítulo dessa novela que é a prisão de Lula.