Kelly Loeffler, atual CEO da Bakkt, foi nomeada para o Senado dos EUA em substituição ao republicano Johnny Isakson, que se aposentará este ano.


Veja também: Bakkt vai levar o Bitcoin para a Starbucks


O governador da Geórgia, Brian Kemp, nomeou-a em vez do deputado Doug Collins, que teve o apoio do presidente Donald Trump.

Loeffler ocupará o lugar em 1º de janeiro de 2020, deixando Bakkt. A empresa publicou um comunicado à imprensa parabenizando-a, mas não menciona quem ocupará seu lugar na bolsa.

“Somos gratos a Kelly por suas muitas contribuições ao Intercontinental Exchange ao longo de dezessete anos e sentiremos falta de sua sabedoria e conselho na equipe executiva e liderança da Bakkt”, disse o comunicado.

Sob o comando de Kelly, a Bakkt conseguiu obter mais de 3.151 BTC em operações em apenas um dia totalizando o valor de US $ 23,07 milhões.