O CEO da Mastercard, Michael Miebach, falou durante a apresentação dos resultados financeiros da empresa sobre os planos para desenvolver produtos e serviços em torno de criptomoedas, stablecoins e moedas digitais do banco central (CBDCs).

 “Queremos desempenhar um papel em todos eles … Obviamente, é um espaço vibrante em torno das moedas digitais”, disse o CEO.

Michael Miebach explicou no dia 29, que sua empresa quer um papel nessas três áreas. Além de criptomoedas, como bitcoin, a empresa possivelmente se concentrará em stablecoins do setor privado e moedas digitais do banco central. Ele afirmou:

“Queremos desempenhar um papel em todos eles … Obviamente, é um espaço vibrante em torno das moedas digitais … Esta é uma tecnologia relevante. Como um jogador multi-rail, temos que estar neste espaço porque as pessoas estão procurando por respostas.” 

Miebach explicou o plano para as criptomoedas: “Estamos tornando mais fácil para as carteiras de criptomoedas se conectarem perfeitamente à nossa rede por meio de um piloto com Paxos, Circle e Evolve Bank & Trust, que simplifica a conversão de criptomoedas em fiat”. Para convencer melhor, o executivo ainda acrescentou: “Separadamente, estamos fazendo parceria com a Consensys, a empresa de engenharia de software Ethereum, para acelerar o desenvolvimento de aplicativos e serviços cripto para nossos clientes”.

Esta posição da empresa diverge um pouco das declarações que o executivo da Mastercard expôs 5 meses atrás. Parece que ele teve que ceder ao apelo dos clientes. 

Relembre: CEO da Mastercard não está interessado em Bitcoin e prefere CBDC

Quanto às stablecoins, o CEO afirmou que está “envolvendo os participantes do setor privado, bem como os reguladores, para discutir sobre como seria uma boa política no setor privado, porque esta questão sobre a conformidade regulatória ainda não foi resolvida. ”

É importante para a empresa, como disse Miebach, que o desenvolvimento desses novos projetos esteja de acordo com três critérios: conformidade regulatória, proteção ao consumidor e estabilidade. 

Em relação às moedas digitais dos bancos centrais, ele percebeu que um número crescente de bancos centrais estão se aventurando nessa, incluindo o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra. O executivo disse:

“Definitivamente, as coisas continuam avançando … há um progresso claro.”

Especificando a função da Mastercard para os governos, ele esclarece: “Acho que uma proposição particularmente crítica aqui é nossa plataforma de teste virtual, por conta das diversas escolhas de design que os governos que nós consultamos precisam fazer, teremos que ‘viver na selva’, por assim dizer. Eles [governos] precisam trabalhar com a infraestrutura financeira existente e é isso que nossa plataforma de teste virtual faz por eles. ”

Leia Mais: 

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br