Hoje (13) é comemorado o Dia Mundial do Rock. Em lembrança ao cantor Chorão, fundador da banda Charlie Brown Jr., icônica na década de 90, serão disponibilizadas para compra novas obras autenticadas limitadas do cantor e da banda, em formato NFT, que garante serem obras digitais e exclusivas.

A iniciativa surgiu de uma parceria entre a Digitiva, hub de tecnologia e economia criativa, com Xande, filho do vocalista paulista, e o grupo Tacatinta. Segundo eles, os compradores terão benefícios exclusivos (além do próprio ativo), como par de ingressos para show em comemoração aos 30 anos da banda no ano que vem, e acesso VIP a estreias de lançamentos digitais. O produto representará o primeiro projeto no Brasil de uma grande banda de rock no ambiente digital.

O primeiro produto a ser comercializado por meio desse projeto de comercialização de itens da banda Charlie Brown Jr, por meio de NFTs, é uma imagem inédita de arquivo de Chorão em show em São Paulo, mais precisamente na famosa casa de shows Citibank Hall Palace, no ano de 2011. Registrado pelo fotógrafo profissional Marcelo Rossi, o agora NFT contará com ilustração e animação exclusivas e será vendida por 0,13 ETH (cerca de R$ 1.500,00).

Ao todo, serão disponibilizadas 13 unidades da mesma arte, que serão lançadas mensalmente. A iniciativa propõe levar adiante o legado do Charlie Brown para além das músicas, numa nova etapa para a banda, mesclando inovação, arte e história. Como em qualquer NFT, o comprador da arte terá a posse do arquivo original, com certificado digital e em alta resolução, além de registrado em blockchain. 

A Digitiva vem incentivando uma nova forma de se criar e gerar valor aos artigos de arte digital, entrando agora oficialmente no mercado das NFTs, gerando oportunidades infinitas de negócios e trazendo inovações para os fãs da arte e para o showbusiness. Ao começar pelo Charlie Brown Jr., banda que marcou uma geração de jovens revolucionando a cena do rock e da música no Brasil com uma sonoridade única, a Digitiva se posiciona no mercado com um certo público de nicho.

Ao mesclar os focos em tecnologia e economia criativa, a Digitiva possui 2 hubs: a Musickeria, especializada em música e entretenimento, e o Grupo Stonoex, de soluções tecnológicas voltadas para inovação. As empresas englobam diferentes objetivos, desde uma galeria para a compra e venda de obras de arte digitais (NFTs) limitadas, marketplace, fintech digital focada na antecipação de ativos envolvendo a produção artística musical: royalties fonográficos, royalties autorais, patrocínios, contrato de shows e publicidade e bilheteria. 

Já o Grupo Stonoex, dono da Digitiva, é especializado em soluções digitais em blockchain para empresas, o chamado corporate blockchain. Além de uma Exchange, onde presta serviços de oferta e negociação de ativos digitais, e da Avalon, que é o braço de geração de negócios digitais, o grupo atua como investidor em projetos de tokenização de ativos de diversas áreas, como mineração, agronegócios e real estate.  

Leia mais:

Presidente de Israel receberá NFT do juramento presidencial

American Express anuncia entrada no mundo dos NFTs

Concorrente do Spotify vai integrar NFTs para complementar renda dos artistas

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br