Frustrados por políticas de esquerda, alguns moradores do estado de Oregon nos Estados Unidos criaram uma petição para se separar do estado.

O movimento garantiu a aprovação inicial de dois municípios e visa obter assinaturas suficientes para colocar a proposta em votação até novembro de 2020.

Se tudo der certo, os cidadãos do sudeste de Oregon receberão uma pergunta sobre se desejam se tornar parte de Idaho, redesenhando a fronteira.

Leia também:
++ Milícias ameaçam governador da Virgínia, que declara Estado de Emergência

Pedido argumenta que a separação é boa para ambos os lados

Um dos argumentos para a nova divisão é o modo que a população de cada cidade vota, dos municípios que querem se separar, a maioria votou em Trump, enquanto os que ficariam em Oregon votaram em peso na Hillary.

Valerie Gottschalk, uma das responsáveis pela petição, comentou sobre as discordâncias políticas dos cidadãos,

“As pessoas aqui preferem a governança conservadora de Idaho à atual governança progressista do Oregon”

O povo também quer a libertação das regulações e impostos do estado de Oregon, dizendo que sem isso eles aumentariam significativamente a produtividade de Idaho.

Além disso, a petição também cita a disparidade salarial, a região que quer se separar apresenta uma média salarial menor do que a região que fica. Desta forma, a renda per capita de Oregon poderia aumentar se permitisse a secessão do grupo.

No mês passado, uma controvérsia sobre leis desarmamentistas levantou a questão da secessão para Virgínia Ocidental, que ameaçaram se separar se a lei passasse.

Mas qual a sua opinião sobre a secessão de cidades, é a favor ou contra? Deixe seu comentário abaixo!