Passfolio

Como mencionamos ao longo do ano, o Ethereum vem sofrendo uma série de atualizações, num roadmap que vai levar a rede de um mecanismo de consenso Proof of Work (PoW) para o Proof of Stake (PoS), transição essa chamada de “Merger”.

Com isso, a rede Ethereum vem seguindo um longo calendário de atualizações, em direção a um grande objetivo, o Ethereum 2.0.

4 meses atrás, o London Hard Fork (EIP-1559) alterou a forma como os mineradores são pagos na rede.

2 meses atrás, foi realizada a primeira atualização da rede Beacon Chain, chamada “Altair”.

Passfolio

Esse processo todo elimina o papel dos mineradores na rede Ethereum, já que agora a validação das transações será realizada pelos stakers – computadores com ao menos 32 ETH que validam as transações.

4 principais alterações esperadas com a transição para o mecanismo PoS

Teremos um caminho mais claro para a descentralização e escalabilidade: executar um validador na cadeia Beacon requer 32 ETH (algo em torno de US$ 120.000 atualmente) hoje. O alto valor atrapalha a escala da rede. Substituindo o poder do hash por aleatoriedade/estatística e mantendo o tamanho do bloco baixo, o Ethereum permite que qualquer usuário com hardware comum execute um validador Ethereum de forma lucrativa. Além disso, a rede Ethereum terá a capacidade de implementar outras atualizações (ex.: fragmentação), que reduzirão os custos de transação no futuro.

ETH num formato deflacionário? Segundo pesquisa da Ethereum Foundation, o impacto que a combinação de EIP 1559 e o PoS terá no supply circulante de ETH será da queima da taxa de transação combinada com recompensas mais baixas e bloqueio de ETH para validação, o que reduzirá o equilíbrio da oferta circulante para entre 27,3 e 49,5 milhões de ETH (hoje a oferta está próxima de 118 milhões).

Uma nova camada de consenso – a camada de execução atual da Ethereum será transferida para a camada de consenso PoS e suportada pelos clientes que estão atualmente encarregados da ETH1. Para usuários existentes e desenvolvedores de aplicativos, isso significa que a interação com o Ethereum permanecerá bastante semelhante após o Merge.

Menor consumo de energia – Mudar a camada de consenso da Ethereum para PoS elimina a rede de mineradores e os substitui por validadores. Sob esse formato, a Ethereum exige que os mineradores disputem pela energia do hash. Por usar um sistema de aleatoriedade para atribuir a produção de blocos, esse sistema é capaz de funcionar com consumo de energia significativamente menor. A Fundação Ethereum prevê que, após a fusão, a rede usará pelo menos 99,95% menos energia do que em seu estado atual.

Conclusão

A fusão em si não será inicialmente tão glamorosa quanto muitos participantes do mercado e pessoas de fora podem acreditar. No entanto, as melhorias e a base que elas estabelecem permitirão ao Ethereum integrar milhões de usuários sem sacrificar a descentralização.

Leia mais:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.