O volume de negociação de Bitcoin P2P na Índia vem crescendo rapidamente, atingindo altas recordes nas últimas semanas. Enquanto isso, uma nova plataforma de negociação P2P foi lançada na Índia enquanto a indústria de criptomoeda aguarda a decisão do governo sobre uma lei de criptomoedas.

As negociações peer-to-peer ou P2P são aquelas que os envolvidos enviam dinheiro direto de uns para os outros, sem a necessidade de intermediários. No entanto, muitos preferem negociar com o uso de plataformas facilitadoras como o LocalBitcoins, que custodiam os bitcoins da parte vendedora para garantir o pagamento.

Veja também: Como ganhar dinheiro vendendo Bitcoin P2P

Volume de negociações P2P sobe na Índia

O comércio de bitcoins ponto a ponto (P2P) na Índia tem atingido os níveis mais altos de todos os tempos nas últimas semanas. O crescimento acelerou depois que a suprema corte do país anulou a circular do banco central do país, o Reserve Bank of India (RBI), em março, que proibiu os bancos de prestar serviços às exchanges de criptomoedas.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

De acordo com a Usefultulips, que combina dados de dois mercados de bitcoin P2P proeminentes, Paxful e Localbitcoins, o volume de negociação de bitcoin P2P na Índia atingiu consistentemente altos de todos os tempos desde o início de junho.

Na semana que terminou em 1º de agosto, o volume negociado foi de US$ 4,4 milhões (cerca de R$ 23,54 milhões). O site calcula o equivalente em USD usando o preço do bitcoin derivado do Índice Agregado de Criptomoedas da Cryptocompare.

Volume de negociação de P2P em Rupia indiana (equivalente em dólar).
Volume de negociação de P2P em Rupia indiana (equivalente em dólar). Fonte: Usefultulips.

O volume de negócios P2P em rúpias indianas (INR) atingiu níveis recordes várias semanas seguidas na plataforma. O CEO da Paxful, Ray Youssef, comentou sobre o crescimento do comércio de P2P na Índia:

“O mercado indiano possui grande potencial e importância para o futuro da criptoeconomia. As pessoas na Índia estão apostando muito no bitcoin, apresentando uma oportunidade para maiores retornos financeiros.”

No localbitcoins, concorrente do mercado de negociação peer-to-peer, 161 BTC foram negociados na mesma semana, totalizando cerca de 136 milhões de rúpias. Enquanto o volume de negociação no Paxful tem aumentado, ele está diminuindo no Localbitcoins.

Volume semanal de negociação de Bitcoin na Paxful (em rúpias indianas).
Volume semanal de negociação de Bitcoin na Paxful (em rúpias indianas). Fonte: coin.dance

Enquanto isso uma nova exchange P2P acaba de ser lançada na Índia. A exchange Okex lançou uma nova plataforma P2P no país na quarta-feira, “permitindo que usuários indianos comprem criptomoedas com rúpias indianas (INR) sem taxas de transação”, anunciou a empresa. “A plataforma de negociação Okex P2P agora oferece pares de bitcoin e USDT para INR, com mais moedas disponíveis em breve”.

Para comemorar o lançamento, a plataforma está distribuindo US$ 30.000 entre 5 e 14 de agosto. Recentemente, a empresa publicou em conjunto um relatório com a Coinpaprika afirmando que a participação no mercado global de transações de criptomoeda no mercado indiano deve “aumentar significativamente em 2020-2022”.

Outras exchanges globais de criptomoedas também estão expandindo sua presença na Índia. A Binance, que adquiriu a bolsa de criptomoedas local Wazirx no ano passado, lançou o suporte do INR em sua plataforma P2P em abril. Os usuários podem comprar e vender diretamente criptomoedas como BTC, ETH, BNB, USDT e BUSD sem taxas de transação, detalha o site da exchange. A Kucoin também possui uma mesa de operações P2P com zero taxas de negociação em moedas fiduciárias (fiat). A empresa diz que sua plataforma P2P Fiat Trade suporta 11 moedas estatais, além de sete criptomoedas.

O setor de criptomoedas na Índia vem crescendo significativamente em meio à pandemia de coronavírus e à crise econômica. Enquanto isso, o governo indiano está deliberando sobre um projeto de criptomoeda apresentado por um comitê interministerial liderado pelo ex-secretário do Departamento de Finanças e Economia, Subhash Chandra Garg.

Embora não tenha havido um anúncio formal do governo, houve relatos de que o governo poderia estar avançando com a proposta de proibir a criptomoeda. No entanto, os CEOs da bolsa de criptomoedas disseram ao Bitcoin.com que eles acreditam que uma proibição total é improvável, já que muita coisa aconteceu desde que a lei foi submetida ao governo no início do ano passado.

Além disso, um porta-voz da Paxful disse que eles estavam abertos a uma oportunidade de conversar com os reguladores e ajudar a mostrar os vários benefícios das criptomoedas.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!