O preço do Bitcoin derreteu da sua alta histórica dos quase US$67 mil para menos de US$39 mil. Enquanto alguns investidores choram, outros aproveitam o momento para enriquecer. De qual lado você está? Nesse post vamos te apresentar uma tese importante para todo investidor de criptomoedas no Brasil e no mundo. 

Queda 50% deve assustar?

A queda de quase 50% no preço do Bitcoin assustou muitos investidores, mas será que ela é tão grande como imaginamos? Vamos pegar algumas comparações para você ver que essa queda do bitcoin também acontece no mercado financeiro tradicional. 

Abaixo estão os pontos com as maiores quedas de empresas do mundo, como Tesla, JPMorgan, Apple e Google. Em curtos períodos de tempo o bitcoin é mais volátil, mas quando falamos em grandes períodos de queda, temos uma certa equivalência. 

Compare o número dessas quedas com as do bitcoin: 

Quantidade de grandes quedas ao longo do tempo entre empresas como Tesla, Google e ativos como ouro e bitcoin
Grandes quedas acima de 10% | Fonte: Ecoinometrics

E o que falar dessa queda da Apple (AAPL) no começo dos anos 2000?

Queda no preço da Apple nos anos 2000

As ações caíram de ~1 dólar para 0,33 centavos, ou 67%. Se você tivesse comprado nessa baixa apenas US$1.000,00, você teria um total de quase US$60.000,00. 

Hoje, a queda que vemos nos anos 2000 da Apple nem aparece no gráfico:

Apple (AAPL) gráfico de preço desde o começo

A tese que pode te deixar rico com Bitcoin

O bitcoin tem um média de crescimento anualizada de ~118%, se mantivermos o crescimento nesse ritmo o marketcap do bitcoin poderá superar o da Apple ainda em 2023. Isso significa que cada hodler com um bitcoin terá cerca de R$750 mil na cotação atual e condições atuais do dólar – um ganho de ~300%. 

Ok, mas e se o crescimento anualizado do bitcoin cair para 59% do ritmo atual? Isso significa que atingiremos o patamar da Apple em 2026. Apenas 4 anos! Isso considerando o crescimento anual de 22% da Apple. 

Quando o Bitcoin vai passar a Apple?

Se considerarmos o preço atual de R$200 mil, apenas R$1.000,00 investidos nessa tese – de que o bitcoin continuará crescendo anualmente – te retornariam R$5924,30 em no máximo 2026. O mesmo valor investido no CDB em níveis atuais e no mesmo horizonte temporal te deixariam com somente R$1.341,03 brutos. 

Isso faz sentido?

O bitcoin ainda tem o potencial de alcançar o mercado de ouro (> US$10 trilhões), está sendo usado como plataforma para emissão de títulos públicos e ainda tem o potencial de ser usado como dinheiro com a Lightning Network.

Quais os riscos?

Bom, essa é uma tese que utiliza dados históricos para tentar desenhar o que pode acontecer com o bitcoin nos próximos anos. 

As incertezas são enormes, há o risco do bitcoin falhar e ir a zero? Sim. Há o risco do FED imprimir 100 vezes mais dólares com um presidente demente? Com certeza. 

O mundo é cheio de incertezas, mas até hoje a impressora de dinheiro, o cobrador de impostos e a morte nunca falharam em suas missões. 

*Essa não é uma recomendação de investimento, apenas um estudo de uma possível tese baseada em dados.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br