Quando o mercado de criptomoedas resolve cair, não tem touro que consiga segurar o suporte; é fundo seguido de fundo, e quando você pensa que o preço já caiu muito, há espaço para mais sangue. 

Após os breves sinais de recuperação ontem no mercado de criptomoedas, a situação degringolou para um cenário bastante sombrio. O bitcoin (BTC) estatelou-se abaixo de R$ 190.000, com -20,43% de prejuízo em só uma semana, segundo o CoinGoLive.

Histórico de preço - veja onde você perdeu dinheiro
rindo de nervoso

Se você chegou recentemente no mercado de criptomoedas, deve ter se assustado com os 30% de queda em um mês. Segundo o Índice de Medo e Ganância do mercado, a maioria dos investidores também estão assustados. Mas não há motivo para desespero, pois o Cointimes vai te ajudar a enxugar as lágrimas e continuar focado na sua estratégia de investimento.

Por que o Bitcoin cai tanto? 

A simples matemática da reversão à média e/ou da gravidade emocional da realização de lucros torna o recuo de preço inevitável após uma corrida de alta. 

Somando ao fato que o bitcoin é um ativo incipiente e altamente volátil, essa volatilidade é normal, e ao longo dos dias, ou semanas, essas correções são pequenas em comparação com os movimentos parabólicos de alta do bitcoin.

Preço do BTC (Bitstamp) em escala logarítmica faz qualquer um chorar de rir
Preço do BTC (Bitstamp) em escala logarítmica – Fonte: Tradingview.com

No gráfico abaixo temos em vermelho as maiores perdas e em azul os maiores ganhos possíveis do Bitcoin em todos os dias desde janeiro de 2018. Veja que os dois movimentos são muito amplos, mas as altas têm um tamanho muito maior.

Note que a escala está correta, pois a maior perda foi de 82% e o maior ganho foi de 1.987% – uma razão de 24 vezes, o que é muito difícil de se encontrar em qualquer outro ativo. 

Perda máxima e ganho máximo no bitcoin desde 2018

Trocando por miúdos, a criptomoeda cai muito porque ela sobe muito. A volatilidade e a convexidade, são duas características que na alocação correta de ativos do seu portfólio, podem te ajudar.

Convexidade

Um cenário convexo é aquele onde as perdas são limitadas e os ganhos ilimitados. Nos investimentos, a convexidade é ideal para as pessoas que não gostam de risco e que buscam um enriquecimento sólido no longo prazo.

Não tem por que chorar, o BTC é convexo

Assim, existem duas razões pelas quais o bitcoin tem convexidade. 

Em alto nível, protocolos de camada base como Bitcoin e Ethereum estão criando um livro-razão com imutabilidade considerável onde valor e contratos podem ser trocados entre duas partes. Essa rede só tem valor se a segurança for forte o suficiente, ou seja, a rede só é confiável se não tivermos que nos preocupar com uma reversão de transações anteriores. 

Tecnicamente, o valor da rede aumenta à medida que o preço aumenta. Essa reflexividade significa que (1) o efeito de rede em redes cripto é forte e (2) a imutabilidade, portanto, a proposta de valor da rede aumenta com o preço , o que torna possível os ganhos ilimitados. 

A segunda razão está relacionada a alocação dos ativos cripto na sua carteira:

Em escala microeconômica, uma opção de compra tem um Theta negativo, o que significa que, com o passar do tempo, o valor da opção de compra diminuirá à medida que a opcionalidade diminui. 

Isso se deve ao efeito Lindy, que diz que a expectativa de vida futura de uma coisa não perecível como a tecnologia aumenta com o tempo. Ao contrário das opções de compra que expiram em um determinado momento, o bitcoin não expira. Em vez disso, ele se prova com o tempo e se torna mais confiável ​​com o passar do tempo.  

Em escala macro, ao ter 5% de criptoativos em seu portfólio, você está exposto a uma classe de ativos com desvantagens limitadas e com vantagens ilimitadas. Isso tem a vantagem adicional de que você pode correr muito menos riscos com o restante do portfólio.

Leia Mais: Bitcoin é uma estratégia de diversificação ganhadora do prêmio Nobel, diz The Economist

Em vez de cultivar uma carteira de títulos com risco médio e expectativas de retorno médio, você pode construir uma carteira onde 90 ou 95% da carteira tem muito pouco risco, talvez apenas o suficiente para cobrir a inflação, enquanto o restante da carteira tem vantagens ilimitadas. O matemático e analista de risco Nassim N. Taleb descreve esta Estratégia Barbell da seguinte forma:

“Se você sabe que é vulnerável a erros de previsão e aceita que a maioria das medidas de risco são falhas, sua estratégia é ser o mais hiperconservador e hiper agressivo possível, em vez de ser levemente agressivo ou conservador.”

O que fazer depois de chorar 

Mesmo com prejuízo de 20% em 7 dias, não há motivo para bitcoiners novatos entrarem em desespero. São nesses momentos que nossa convicção no Bitcoin é testada e é quando também as notícias mais pessimistas surgem em todos os jornais para deixar o clima mais tenso ainda. 

O que temos que fazer ao presenciar qualquer movimento abrupto no preço do bitcoin é dar alguns passos para trás e respirar fundo. Tente perceber se a sua estratégia de investimento está arrojada demais, ou não, antes de vender toda a sua posição no prejuízo com a esperança de comprar novamente quando o preço cair mais. 

Pois se, em vez de cair mais, o preço subir (como geralmente acontece) a sua perda é amargurada. Este cálculo é chamado de custo de oportunidade, o custo de uma decisão ou transação em termos das oportunidades renunciadas para aquela decisão ou transação se efetivar, considerando que toda aplicação de recursos pode ter uma destinação alternativa.

Leia Mais: A Técnica de Feynman – 4 pontos para melhorar seu aprendizado em cripto

Se você não estiver confiante no BTC a longo prazo, vale a pena revisar esses pontos para não sofrer com lágrimas no rosto e rombos na carteira na hora de vender. A venda dos bitcoins pode ser feita através de uma stablecoin lastreada em dólar, dentro das corretoras ou carteiras, gerando a possibilidade de retornos anuais em plataformas de earn ou staking na Binance, Bybit, BlockFi, ou similares, caso se sinta confortável com os riscos.

Outra maneira de vender seus bitcoins e continuar exposto ao mercado de criptomoedas é diversificando. Alguns tokens e projetos cripto não estão correlacionados com o movimento do bitcoin e você pode encontrá-los usando o TVL. 

Entenda: Como usar o TVL para achar bons projetos

Contudo, se você está confiante na tese do bitcoin a longo prazo, o certo é esquecer um pouco do preço, para não ser afetado pela volatilidade enquanto você mantém suas moedas guardadas e imóveis na carteira (o seu psicólogo agradece). 

Além do mais, você pode aproveitar para comprar mais satoshis na baixa e aproveitar esses momentos para melhorar o seu preço médio de compra recorrente – estratégia denominada em inglês de Dollar Cost Average (DCA).

Em vez de estar especulando constantemente, a simples recorrência na compra tem se mostrado uma estratégia extremamente lucrativa, considerando a insana tendência de alta do Bitcoin desde seu nascimento em 2009.

Simulação de preço médio (DCA) do Bitcoin para você parar de chorar
Simulação de preço médio (DCA) iniciada em janeiro de 2016 – Fonte: BitcoinHodler.io 

E para comprar constantemente sem preocupações sobre as oscilações de curto prazo, a melhor estratégia é garantir uma assinatura no Coingoback Loop. Na plataforma, você vai poder acompanhar o saldo do seu portfólio, o lucro, preço médio de compra e o valor investido. 

Além disso, pode sacar os bitcoins para sua carteira após 1 mês da primeira, para garantir a custódia das moedas e garantir a estratégia de hold.

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br