TVL Total Value Locked, ou Valor Total Bloqueado, é uma métrica utilizada para medir a quantidade de valor, normalmente em dólar, que está bloqueada em forma de staking ou em pools de liquidez de projetos DeFi e pode ser muito relevante para ajudar o investidor de criptomoedas determinar o valor e potencial de valorização (ou desvalorização) nos tokens relacionados.

O que é Staking e para que ele serve?

Existem muitas redes blockchain que utilizam o sistema PoS (Proof-of-Stake) ou DPoS (Delegated Proof of Stake) como método de validação e consenso para o protocolo e para manter a segurança da rede descentralizada.

Staking seria um verbo com significado bem próximo de apostar ou investir, apesar de ser algo a mais, e não possuir nenhuma tradução direta para o português.

“To stake” ou “To have something at stake” significa algo como assumir riscos ao colocar fundos em risco em prol de um projeto ou de algo que o “staker” acredita. Podendo ser um investimento ou uma aposta.

Passfolio

Stakeholders são pessoas – ou grupos – que investem – ou apostam – em companhias ou projetos com seu próprio patrimônio e possuem algo a perder caso o projeto ou empresa falhem.

Quando um entusiasta ou investidor realiza staking em DeFi, ele está literalmente colocando seu dinheiro em risco por um projeto em que acredita e deseja manter seguro, através do bloqueio de capital na rede, que fica sem liquidez enquanto estiver investido.

Isso ocorre porque o – método de consenso por – staking fornece peso de voto para os nodes de acordo com a quantidade que eles possuem “em stake”, ou delegado à eles por usuários que possuem estes valores “em stake”.

Como incentivo para que os stakeholders “abram mão” da liquidez – que é a capacidade de usar ou transformar um ativo em dinheiro que possa ser usado, os protocolos PoS/DPoS oferecem um yield (rendimento, normalmente com base anual), que recompensa o investidor.

Quanto mais pulverizado o poder de voto (ou as porcentagens em stake) entre diferentes nodes ou usuários, mais descentralizada é a rede e, consequentemente, mais segura e menos vulnerável a ataques de 51%, por exemplo.

Como o TVL funciona e como pode ser utilizado?

Se entendermos que os stakeholders são pessoas ou instituições que acreditam no potencial de um determinado ativo e que a quantidade colocada por eles at stake (em risco), é proporcional ao quanto elas acreditam que este ativo pode retornar – seja em yield, ou em valorização da cotação, então medir a quantidade bloqueada, pode ter grande valor como indicador.

É uma aposta ainda maior em longo prazo do que apenas comprar e fazer HODL, já que existe o fator de falta de liquidez e ação rápida em problemas que possam surgir e prejudicar os rendimentos – seja em yield, ou em preço.

Assim que, o Valor Total Bloqueado (Total Value Locker – TVL) informa exatamente quanto é o valor travado de um determinado ativo, que não pode ser despejado no mercado imediatamente, com isso evitando pressões vendedoras que podem derrubar o preço deste.

Da mesma forma como a capitalização de mercado (market cap) mede o valor de mercado de um ativo ao multiplicar sua cotação sendo negociada, pela quantidade total da oferta circulante, o TVL mede o valor de mercado do ativo em risco, gerando yield e protegendo a rede.

O TVL também leva em conta a quantidade travada em pools de liquidez por Market Makers, como a Pancakeswap.

Que é quando um investidor bloqueia dois ativos de um determinado par em plataformas de swap ou exchanges descentralizadas, para que outros traders possam trocar um ativo pelo outro, sem a necessidade de passar por um livro de ofertas.

O market maker, nesse caso, garante que a pool tenha quantidade suficiente dos tokens para a troca, enquanto recebe uma porcentagem das taxas pagas pelo trader, também gerando um yield (rendimento anual) variável.

TVL em crescimento constante

Nós noticiamos no Cointimes quando o mercado DeFi atingiu US$ 100Bi em valor investido.

gráfico TVL defi pulse

De acordo com o site DefiPulse, o líder do mercado em valor bloqueado é o token Maker (MKR) da plataforma descentralizada MakerDAO na rede Ethereum, que oferece soluções de Lending (empréstimos) com smart contracts. MakerDAO é a plataforma da stablecoin descentralizada DAI, que acompanha o preço do dólar.

Maker tem uma dominância de 18,33% sobre o mercado DeFi, com um TVL de US$ 17,6Bi sobre os US$ 96Bi total.

dominância TVL maker
fonte: defipulse

Mas, segundo o site Defillama, o líder seria Curve (CRV), com dominância de 8,80% ao ter US$ 20,87Bi bloqueados, sobre o total de US$ 237,13Bi em TVL do mercado DeFi.

TVL defillama

Curve é uma pool de liquidez de exchange descentralizada em Ethereum projetada para negociação de stablecoins.

Índice: MarketCap/TVL – Como encontrar projetos subvalorizados ou sobrevalorizados

MarketCap/TVL ou Capitalização de Mercado dividido por Valor Total Bloqueado é um índice criado para medir a relação da capitalização de mercado de um ativo sobre o valor investido.

É uma ferramenta valiosa, pois pode indicar se um ativo está subvalorizado, ou supervalorizado no mercado, tomando como base seu preço em negociação, multiplicado pela quantidade de tokens em circulação, conseguindo seu valor de mercado. E dividir esse resultado pela quantidade total investida por stakeholders de mais longo prazo.

Se o Valor Total Bloqueado é maior do que a Capitalização de Mercado, isso pode significar que o ativo está desvalorizado no mercado, e tem um potencial de valorização maior no longo prazo, com muitos investidores colocando seus fundos em risco, fora de liquidez e travados para venda.

Da mesma forma como projetos que possuem um Market Cap muito superior ao TVL, pode indicar que estejam supervalorizados, com risco de perda de valor de mercado através da queda de preço.

Resumidamente, quanto menor o MarketCap/TVL, maior o potencial de valorização. Caso o resultado fosse 1, indicaria um ativo equilibrado, no “preço justo”.

MarketCap/TVL do Maker

Se utilizarmos o MKR como exemplo, observamos que é um ativo com MarketCap de US$ 2Bi (rank #71), segundo o CoinGoLive.

Ao dividir esse valor por $17,6Bi (TVL), chegaríamos à um resultado de 0,11, o que indicaria que, caso o valor investido se mantenha igual, o preço do Maker (MKR) teria que subir em 10 vezes (1.000%) para chegar ao seu “valor justo” com MCap/TVL igual a um.

Como o fornecimento circulante interfere no índice

É muito importante observar também, o quanto do suprimento total do ativo está em circulação, pois isso pode afetar diretamente a capitalização de mercado.

Em um cenário hipotético onde MakerDAO tivesse apenas 10% da oferta total em circulação (que não é o caso), ele já “estaria em seu preço justo”, pois ainda existiria 10 vezes mais unidades a serem emitidas, que levariam o market cap ao mesmo valor do valor total bloqueado.

MKR tem um fornecimento máximo de 987.906 com 901.311 em circulação (91% da oferta total).

Outro ponto a se ter em conta, é que o yield (rendimento) do staking, normalmente se dá através da liberação de tokens que antes não estavam em circulação.

Então, um projeto que antes poderia ser uma boa oportunidade de staking (com yield alto), pode deixar de ser tão interessante conforme o fornecimento circulante se aproxime do fornecimento máximo, pois isso pode causar uma diminuição no rendimento anual que o ativo gera em relação ao valor bloqueado.

Para os projetos DeFi de liquidez e market making, a lógica não vale, pois o yield é pago originado de taxas, com tokens que já estavam em circulação.

Como sempre, não é uma ciência exata e os resultados do índice não devem ser interpretados como decisivos para a avaliação de valor dos ativos, mas sem dúvidas é uma ferramenta importante que pode ajudar muito os investidores.

Onde encontrar informações sobre TVL das criptomoedas?

Recentemente o Coinmarketcap começou a exibir o Total Value Locked dos projetos DeFi, então você pode calcular o índice manualmente como ensinado neste artigo.

Além disso, existem sites como o defillama.com que fazem o cálculo automaticamente e permitem ao investidor ordenar os tokens por menor ou maior MCap/TVL.

defillama TVL

Aqui no Cointimes pretendemos começar a trazer matérias apresentando boas oportunidades para comprar (ou péssimas oportunidades para evitar) de projetos baseados no índice.

Siga-nos nas redes sociais (Twitter | Instagram | Facebook) e junte-se ao nosso grupo no Telegram para acompanhar essas e outras matérias!

Passfolio