Há exatos 11 anos, portanto, no dia 31 de outrobo de 2008, Satoshi Nakamoto publicou em uma lista de e-mail o que seria a primeira criptomoeda de sucesso na história.

Contundo, a história do paper do Bitcoin começa antes, Satoshi parece ter escolhido essa data por um motivo específico.


++Quem é Satoshi Nakamoto?

++Whitepaper do Bitcoin em português


Às 3:10 horário de Brasília, Satoshi Nakamoto publicava uma mensagem em uma lista de e-mail cypherpunk, com o título: ” Bitcoin P2P e-cash paper”.

Na mensagem ele diz ” E estou trabalhando em um novo sistema eletrônico de pagamento que é totalmente p2p, sem necessidade de uma terceira parte de confiança.”

Satoshi Nakamoto e-cash paper

Ele explica que as principais propriedades do sistema são: participantes anônimos, novas moedas são feitas com prova de trabalho estilo hashcash e o gasto duplo é prevenido por uma rede ponto-a-ponto.

E aí vinha a público o trabalho que Satoshi estava elaborando há meses, pelo menos desde agosto.

A história não contada, Satoshi foi ignorado

Pouco tempo antes de lançar seu paper, Satoshi procurou alguns especialistas. Um deles foi programador Wei Dai, para quem Nakamoto mandou o rascunho do paper.

Wei ignorou Satoshi e não leu seu paper. Vale lembrar que Wei tentou criar uma versão do Bitcoin em 1998 , o chamado B-Money.

Hoje, Wei se arrepende por não ter respondido Satoshi. Para ele o limite de 21 milhões de moedas foi um erro, ele também diz que pensaria em adicionar algum mecanismo de estabilização de preço.

Do original para o rascunho, Satoshi fez algumas alterações, corrigiu erros de escrita e melhorou o paper:

O anúncio do paper não chamou muita atenção nem no grupo de cypherpunks; Poucos dias depois, em 3 de novembro, ele decidiu escrever para a lista de e-mail novamente, falando mais uma vez sobre seu paper.

Nesse novo anúncio ele falou algumas coisas sobre o que tinha dito no dia 31/10. Poucas pessoas responderam Satoshi, uma delas disse que a ideia do Bitcoin não iria escalar. Nakamoto negou e respondeu:

Muito antes de a rede chegar a um tamanho tão grande como esse, seria seguro para os usuários usar a Verificação Simplificada de Pagamento (seção 8) para verificar gastos duplos, o que exige apenas ter a cadeia de cabeçalhos de bloco, ou cerca de 12 KB por dia.

Somente as pessoas que tentam criar novas moedas precisariam executar nós de rede. A princípio, a maioria dos usuários executava nós de rede, mas, à medida que a rede cresce além de um certo ponto, fica cada vez mais para fazendas de servidores de hadware especializado. Um farm de servidores precisaria ter apenas um nó na rede e o restante da LAN se conectará a esse nó.

A largura de banda pode não ser tão proibitiva quanto você pensa. Uma transação típica seria de cerca de 400 bytes (o ECC é bem compacto). Cada transação deve ser transmitida duas vezes, digamos 1 KB por transação. A Visa processou 37 bilhões de transações no EF2008, ou uma média de 100 milhões de transações por dia. Que muitas transações levariam 100 GB de largura de banda, ou o tamanho de 12 filmes em DVD ou 2 de qualidade HD, ou cerca de US $ 18 em largura de banda a preços atuais.

Se a rede ficasse tão grande, levaria vários anos e, até então, o envio de 2 filmes em HD pela Internet provavelmente não pareceria grande coisa.

Onze anos se passaram, temos mais de 3 mil criptomoedas, diversos tokens e cada vez mais moedas entrando no mercado. Satoshi revelou sua principal travessura e hoje os bancos centrais temem perder o controle da moeda.

Bitcoin whitepaper