Com os recentes incidentes na China, uma queda abrupta do hashrate foi o suficiente para congestionar a rede do Bitcoin. A taxa média para movimentar bitcoins chegou ao pico de 14% do salário mínimo no Brasil.

O custo das taxas pode ser proibitivo para a maioria das transações do dia a dia, especialmente se você não conhecer soluções para economizar ao enviar bitcoins de uma carteira para outra. Embora o problema já tenha sido amenizado, é bom estar ciente que picos de congestionamentos podem acontecer a qualquer momento.

Primeiro, vale lembrar que há uma grande distinção entre sacar bitcoins de exchange e movê-los de carteiras próprias. Na corretora, as suas moedas estão sob a posse da empresa e você não tem o controle sobre as taxas, e deve aceitar o saque conforme as regras da própria corretora.

Usando uma boa carteira

Quando você detém a posse dos seus bitcoins, você também tem o controle das taxas. E você só sabe que os bitcoins são realmente seus quando você tem acesso a um backup de 12 ou 24 palavras.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Em ordem, essas palavras representam uma frase de recuperação conhecida como seed. É isso que vai possibilitar que você recupere seus bitcoins em qualquer software de carteira, seja um aplicativo de celular ou um programa de computador.

Tendo acesso a isso, para enviar bitcoins de uma maneira mais econômica basta escolher uma boa carteira de bitcoin. Alguma que te possibilite uma escolha inteligente das taxas, onde você possa pagar menos caso não tenha pressa pela confirmação, e que utilizem Segwit por padrão, uma tecnologia que torna as transações levemente mais baratas.

Agora que você possui uma carteira que lhe permite pagar a taxa que quiser, precisa saber o quanto realmente vale a pena pagar. O explorador de blocos Mempool Space ajuda nisso.

Além de dar uma visão geral do congestionamento da mempool do Bitcoin, o site ajuda o usuário com 3 sugestões de taxas: baixa, média e alta prioridade.

No momento em que este artigo é escrito, 50 satoshis por bytes seria uma escolha inteligente de taxa para uma transação que muito provavelmente seria confirmada em cerca de 10 minutos. Para quem tem menos pressa, 47 sat/byte seria suficiente. Menos que isso apenas se você está ciente que a rede pode congestionar mais e sua transação atrasar por dias.

Soluções de segunda camada

A Lightning Network, também conhecida como LN, ainda sofre com a falta de adoção. Mesmo assim, já pode ser usada para enviar e receber bitcoins de alguns locais específicos como o Yalls, site onde você pode pagar para ler artigos ou receber por escrevê-los.

As soluções de segunda camada usam técnicas de contratos inteligentes para tornar possível movimentação de valores sem que elas sejam registradas de uma por uma no blockchain. Isso evita altas taxas para cada transação individual e permite envios praticamente instantâneos. Você pode ler o artigo “Por dentro da Lightning Network” para entender profundamente como a LN funciona.

Para utilizar essa solução, basta criar uma carteira que suporte a Lightning. A BlueWallet e a Phoenix são provavelmente as carteiras mais intuitivas que existem para celular. Para PC, a Electrum também permite integração com a LN.

Este ano muitas corretoras grandes estão com planos de adotar a Lightning Network para que seus clientes possam depositar e sacar usando essa segunda camada do Bitcoin, incluindo a gigante Kraken. Para o dono do Bitcoin.org, 2021 será um ano chave para a Lightning Network.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!