Boa parte da infraestrutura do Bitcoin incluindo mineradores, pools de mineração, nodes, produtores de hardware estão na China, palco do surto de coronavírus que já começa a afetar a criptomoeda.

Conforme noticiamos há alguns dias, o surto viral chinês tem deixado cidades inteiras em quarentena e afetado negativamente a economia. Apesar disso, o Bitcoin tem reagido bem, com o melhor janeiro em 7 anos.

Contudo, a infraestrutura da criptomoeda começa a ser afetada, vários fabricantes de máquinas específicas para mineração de bitcoin vão atrasar suas ordens por conta do coronavírus.

A Ebang, uma das maiores produtoras de máquina de mineração, enviou uma nota dizendo que as entregas não serão enviadas até pelo menos o dia 10/02:

ebang nota

Outras produtoras de hardware para mineração como Bitmain, Microbt, Innosilicon, também anunciaram que suas máquinas irão atrasar.

Coronavírus afeta Bitcoin Cash e outras criptos

E não é apenas a mineração de Bitcoin que será afetada. Toda criptomoeda que usar SHA256, como é o caso do Bitcoin Cash, Bitcoin SV e Namecoin, também podem sofrer com o vírus.

hashrate bitcoin

Conforme o gráfico acima, a mineração do bitcoin vem crescendo desde 2017. Enquanto o atraso na entrega das máquinas pode retardar o crescimento do hash, ele não vai retirar a segurança atual da rede.

Ou seja, o vírus chinês não deixa o bitcoin mais inseguro, contudo, ele pode acabar atrasando o crescimento e maior segurança das moedas com Sha256.

Se a mineração de Bitcoin está cada vez mais difícil, que tal minerar bitcoin no Minecraft?