Passfolio

Com o índice S&P 500 caindo cerca de 20% este ano, os investidores estão tentando contornar a situação procurando por ações que ofereçam uma boa rentabilidade.

Mais cedo, o Cointimes listou 18 ações americanas que pagam altos dividendos e que podem estar bem equipadas para navegar o período volátil. 

No entanto, esse não é o caso de todas as ações no mercado, e a procura do que parece ser o pagamento de dividendos trimestrais atraentes hoje, pode levar os investidores para o desapontamento no futuro. 

Após extensa pesquisa sobre o Índice S&P 1500, a CNBC Pro filtrou ações que pagam um dividendos de 5% ou mais, com um índice de endividamento superior a 100%, um índice de cobertura de dividendos inferior a 3, e sobre as quais as estimativas de consenso de analistas indicam que o fluxo de caixa livre vai diminuir ainda este ano.

Passfolio

A última filtragem foi buscar as ações que já caíram 20% ou mais em 2022. Até o encerramento da quarta-feira, a “melhor” delas caiu cerca de 29% este ano, enquanto a pior caiu quase 60%. 

Estas foram as 6 ‘armadilhas’ encontradas:

  • Equitrans Midstream (ETRN), um operador de gasodutos de gás natural, paga um dividendo igual a 9,4%, o mais alto do grupo. Seu índice de endividamento foi o segundo mais alto, com 308%, e as ações da Equitrans caíram 38% em 2022.
  • Glatfelter (GLT), empresa fabricante de materiais, paga um dividendo igual a 7,8%, mas seu índice de dívida sobre o patrimônio líquido é de 194% e a ação caiu 58% este ano até o fechamento da quarta-feira.
  • As outras ações são a varejista de roupas Gap (GPS) com dívida sobre patrimônio de 263%; a fabricante de fotocopiadoras Xerox (XRX) com a dívida de 103%; a rede de restaurantes Cracker Barrel (CBRL) com dívida de 195%; e a fabricante de camisetas e roupas íntimas Hanesbrands (HBI), que possui a maior dívida sobre patrimônio da lista, totalizando 478%.

Para conhecer quais ações são sugeridas por analistas, leia também:

Passfolio