O Hashdex Nasdaq Crypto Fund, originalmente o primeiro ETF de criptomoedas aprovado no mundo, criado pela empresa brasileira de investimentos Hashdex e originalmente negociado na Bermuda Stock Exchange, recebeu aprovação da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) para negociação no Brasil.

O índice buscará replicar os investimentos do Nasdaq Crypto Index (NCI), índice desenvolvido em parceria com a própria Hashdax. Segundo carta enviada aos cotistas da empresa, o índice será negociado na B3 sob o ticker “HASH11”

O NCI busca uma exposição mais ampla ao mercado de criptomoedas, sendo lastreado principalmente em Bitcoin (78,61%) e Ethereum (16,86%). Bitcoin Cash, Chainlink, Litecoin e Stellar totalizam 4,53%.

O fundo estará disponível para negociação, inclusive para pequenos investidores, que poderão se expor facilmente ao mercado de criptoativos. Existem atualmente cerca de 3,2 milhões de pessoas cadastradas na B3. Em pouco mais de um ano, entre 2019 e 2020, o número de pessoas cadastradas aumentou em 1 milhão.

Cenário internacional

Os Estados Unidos, por sua vez, permanecem resistentes em relação à aprovação de um ETF de Bitcoin. Peirce Hester, comissária da SEC nos Estados Unidos, criticou a demora e as exigências do órgão regulador para a aprovação de produtos relacionados à criptoativos.

As coisas estão avançando e não queremos esperar muito porque então se torna muito mais importante quem é o primeiro a se mover. Se você esperar muito tempo, fica complicado para nós também.

O Canadá aprovou até o momento 2 ETFs de Bitcoin e um terceiro está a caminho da aprovação.

Você imaginava que o Brasil seria um dos primeiros países a aprovar um ETF de criptomoedas? Deixe sua opinião na seção de comentários abaixo.

Leia mais: Bitcoin faz os demais investimentos parecerem inúteis, afirma Raoul Pal

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br