A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou nessa sexta-feira (1) uma lista negra com empresas que foram suspensas de atuar no mercado, Bitcoin Banco, Atlas e Zero 10 Club estão na lista.

O que é essa lista?

A CVM juntou todas os nomes e empresas que foram temporariamente impedidas de atuar no mercado mobiliário por alguma razão, seja por atuação irregular, colocação irregular de contratos de investimento coletivo, oferta de debêntures e ações sem registro na CVM, etc.

O objetivo é levar ao público essas informações de forma mais clara, rápida e direta. Levando em conta que inúmeras pessoas continuam sendo diariamente convidadas a investir nessas empresas duvidosas, é muito importante que essa lista seja de amplo conhecimento público. 

O Bitcoin Banco, empresa controladora das corretoras de bitcoin NegocieCoins e BAT não paga seus clientes há meses. Aparentemente, a corretora oferecia um “sistema de arbitragem infinito”, onde os usuários poderiam lucrar sem parar fazendo trade entre as corretoras do grupo.

Pelo menos desde o dia 17/05, o grupo Bitcoin Banco tem problemas no saque. Antes da crise, o volume negociado (provavelmente manipulado) chegou a alcançar o top 1 entre as principais exchanges do mundo.

++ Maior corretora do mundo enfrenta problema com saques

Já o Atlas entrou em crise há mais de 2 meses, a empresa que oferecia um robô de trade com lucratividade que chegava a alcançar 8% ao mês parou de pagar os clientes após uma onda de saques desencadeada por uma suspensão de oferta da CVM.

De lá para cá o Atlas vem prometendo pagar seus clientes, mas sempre acontece algo e eles não conseguem concluir a operação. O Atlas diz que seus bitcoins estão presos em exchanges por falta de KYC, mas as exchanges negam que isso seja verdade.

Já a Zero 10 CLub oferecia uma oferta de rendimento mensal de 15%. A empresa fechou, mas a mesma oferta continua sendo feita pela Genbit.

Você concorda com a ação da CVM de impedir a atuação dessas empresas? Qual deveria ser a punição para o descumprimento das regulações da CVM? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.