A Light, companhia elétrica responsável pelo fornecimento elétrico de uma região com 10 milhões de pessoas apenas no Estado do Rio de Janeiro, teve seu sistema hackeado na terça-feira (16).

A empresa sofreu um ataque de ransomware, que sequestra computadores de um determinado sistema fazendo a criptografia de dados, e desde então está com problemas nos serviços de atendimento ao cliente.

Até o momento não foi informado que serviços foram reestabelecidos.

ligh comunicado

Segundo a Veja, os hackers pedem 107.213,96 moneros (XMR) ou o equivalente a R$ ~37 milhões na cotação atual. O Monero é a criptomoeda mais privada e anônima do mercado, diferente do Bitcoin que tem seu blockchain completamente transparente, o Monero tem seu blockchain opaco.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

O ransomware é um software malicioso que foi idealizado por um PhD em Biologia evolutiva de Harvard, contamos mais dessa história no post “Ransomware, a história que não te contaram“.

Com o advento das moedas digitais, o crime foi facilitado. Segundo o diretor de segurança cibernética da VMware, Tom Kellermann, os ataques de ransomware subiram 900% entre janeiro e março de 2020.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!