Diversificação de investimentos em criptomoeda

Diversificação de investimentos, foi a principal lição que aprendi na faculdade de economia. Isso significa que deveríamos sempre buscar uma ótima maximização em nosso portfólio de investimentos. No entanto, parece que nos últimos meses, essa frase perdeu sentido para as criptomoedas.

Depois de comprar Bitcoin, uma das primeiras coisas que pensei foi: eu deveria procurar outras moedas digitais para diversificar. Através da diversificação você consegue proteger seu patrimônio de volatilidade para maior segurança ou maximizar seus ganhos correndo mais risco.

Diversificação de investimentos em criptos era uma boa estratégia até o final do ano passado. Elas apresentavam variações que ocorriam de forma independente do Bitcoin, que possui o maior volume nas corretoras atualmente. Por exemplo: se o Bitcoin sobe e o Ethereum cai na mesma hora, isso significa que a correlação entre eles é negativa.

Vamos aos dados

Para entender o gráfico abaixo é necessário entender que quanto mais próximo de 1, maior será a correlação entre duas moedas, a cor do quadrado também ficará mais avermelhada. Você pode passar o mouse em cima do gráfico para conferir a correlação entre duas criptomoedas diferentes.

As moedas utilizadas para esse post foram: Bitcoin (BTC), Decred (DCR), Bitcoin Cash (BCH), Monero (XMR), STR (Stellar), DASH (DASH), Ripple (XRP), Litecoin (LTC) e Ethereum (ETH). Ou seja, foram selecionadas as principais criptomoedas em relação a capitalização de mercado. 

No ano passado era possível montar um ótimo portfólio de criptomoedas de acordo com o seu perfil, o que era excelente. Entretanto, o cenário mudou radicalmente a partir do começo deste ano, com a correção de todo mercado. Uma das hipóteses é que os investidores, antes posicionados em outras criptos, passaram a guardar uma posição maior em Bitcoin.

Quem diversificou esse ano não conseguiu se proteger

Visualizando o gráfico abaixo, é possível ver como a correlação entre criptos aumentou do começo de 2018 até a data em que este post é escrito. Isso significa que se o Bitcoin começar a cair, todas as outras muito provavelmente seguirão o mesmo caminho. Podemos dizer que até agora nesse ano, diversificar em criptomoedas perdeu o sentido.

O sentido da diversificação, como dito anteriormente, é se proteger ou maximizar lucros, ou até mesmo um mix entre os dois. Logo, qual é o sentido de diversificar o portfólio entre ativos que apresentam o mesmo comportamento no mercado?

Abaixo é possível ver a evolução percentual no preço de cada criptomoeda. Veja como a partir de Janeiro todas as cotações se comportam de maneira muito semelhante, apresentando um movimento decrescente. Entretanto, olhando mais a esquerda, é possível verificar que não há um padrão bem definido nas cotações.

Vale lembrar que apesar de as correlações serem altas nesse momento, é perfeitamente possível que duas moedas apresentem um movimento oposto no preço. Já ocorreu de o Ethereum salvar a minha carteira sozinho, em dado momento. Entretanto, na maioria das vezes esse ano, o Ethereum seguiu o caminho do Bitcoin, assim como as outras criptos em geral.

Como fazer diversificação de investimentos?

Diante dos dados acima, podemos dizer que diversificação de investimentos apenas em criptomoedas de alta capitalização nesse momento não seja uma boa idéia. É possível encontrar outras moedas que não tenham tanta correlação com o Bitcoin. O Foxbit Invest dispõe de profissionais qualificados para compor uma carteira coerente em criptoativos.

O gráfico abaixo mostra como dois tipos de investimentos que apresentam correlação negativa podem proteger sua carteira de volatilidade. Quando o dólar sobe, as ações da Bovespa caem, isso faz com que os ganhos e as perdas se tornem mais equilibrados. Além disso, seu capital fica menos exposto à volatilidade do mercado.

gráfico da diversificação de investimento
Gráfico de dois ativos com correlação negativa. Elaboração: economizareinvestir.com

Entretanto, diversificar investimento em diferentes tipos de ativos é uma boa opção para proteger seu capital. Não seria uma má idéia compor a carteira com um CDB de liquidez diária para reduzir os riscos. Caso queira conhecer outros tipos de investimentos do tipo, o Cointimes dispõe de artigos bem completos:

Como investir no Tesouro Direto? Confira o guia completo

CDB: como funciona e como investir

Gostou do conteúdo? Caso queira receber mais, favorite o Cointimes e ative nossas notificações clicando no diversificação de investimentos notificação.