Muitos estão se perguntando o que acontecerá se o Bitcoin chegar ao preço de US $20.000. Entre informações incorretas e declarações de “All in”, muita coisa pode acontecer.

Sequência de quedas e a #BlackMonday

A última semana foi dura para o mercado, com o Bitcoin vivenciando 5 dias sequências de fortes quedas e encerrando a série vermelha com o que já está sendo chamado pelo mercado de #BlackMonday (segunda-feira negra), com as piores 24 horas de preço das criptomoedas dos últimos 12 meses.

Saiba mais: A calmaria depois da tempestade, veja como está o mercado após #BlackMonday

Uma coisa que todo trader e investidor cripto precisa ter em mente, é de que ninguém realmente sabe onde está o próximo topo (em um mercado de alta) ou, talvez ainda mais importante para este momento atual, onde estará o fundo – o preço mais baixo do ciclo.

Vemos o gráfico construir um desenho de ladeira ou escada que desce, desce e desce…

Muitos analistas fazem suas próprias projeções e traçam alvos com base em índices, padrões e histórico de preço, mas a análise técnica está longe de ser uma ciência exata e tudo pode acontecer no curto/curtíssimo prazo.

Com a cotação BTC/USD tocando os US $30.000, muitos começaram a se perguntar qual seria a próxima marca do ativo líder e o que aconteceria quando (e se) ele chegasse até ela.

CEO da Kraken transformará todo seu patrimônio em BTC por US $20.000

Jesse Powell, CEO da exchange Kraken, revelou que em julho de 2021 transformou metade de todo seu patrimônio comprando Bitcoin, na faixa dos US $30.000, que é o preço atual em que o ativo está sendo negociado.

No mesmo tweet, o empresário e entusiasta anunciou que, caso o bitcoin volte para a região da alta histórica de dezembro de 2017, em US $20.000, seu plano é utilizar todo o restante de seu capital para comprar o ativo. O que é comumente chamado de “ir all-in”.

O termo “all in” está relacionado com jogos de poker, quando o jogador aposta todas as suas fichas disponíveis em uma combinação de cartas, buscando maximizar seus ganhos ao acreditar que possui a melhor “mão” que os outros jogadores envolvidos na rodada.

Microstrategy NÃO será liquidada em $20 mil

Vimos alguns portais de notícias e entusiastas dizendo que, caso o BTC alcance os US $20.000, a empresa Microstrategy do maximalista de Bitcoin, Michael Saylor, com sua filial Macrostrategy, seria liquidada de um empréstimo que foi realizado para aumentar sua exposição em bitcoin.

Esta liquidação, caso fosse verdadeira, poderia ocasionar em um movimento ainda maior de queda, já que a empresa que ofereceu o empréstimo assumiria posse das moedas e as venderia ao mercado aberto para recuperar o valor emprestado em dólar – é assim que funciona a colateralização de empréstimos com BTC.

Segundo esclarecido pelo próprio Saylor, essa informação não é verdadeira.

O contrato foi realizado de tal forma que o preço de liquidação está em US $3.562 (quase 10 vezes menos que a cotação atual), então o mercado precisaria realmente cair mais do que já caiu em toda sua história em um único ciclo para que este alvo seja atingido.

Por mais difícil e improvável que este evento seja de ocorrer, ele não é impossível.

Neste caso, o empresário afirma que, caso o preço de liquidação se aproximasse, sua empresa ainda possui muito Bitcoin em caixa, que seria depositado como um reforço de colateralização para o empréstimo, diminuindo ainda mais a faixa limite.

Michael Saylor reforça sua posição defendida há meses de que não tem nenhuma intenção em vender seus bitcoins.

Leia mais:

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br