Eleições de 2020 podem definir o futuro da Libra | Cointimes

Menu

Home

A Nova Economia
Hora do Cash
Conexão Satoshi
x
A Nova Economia
Hora do Cash
Conexão Satosh

Finanças
+32 458 623 874

Investimentos
302 2nd St
Brooklyn, NY 11215, USA
40.674386 – 73.984783

Follow us on social

zuckerberg coin

Eleições de 2020 podem definir o futuro da Libra

Na semana passada o Facebook foi ouvido pelo Congresso estadunidenses sobre o projeto da moeda Libra – a moeda digital do Facebook. Uma análise feita pelo The Block, mostrou o sentimento de cada um dos partidos e os resultados indicaram uma tendência.

Analisando a fala de cada um dos representantes fica claro que os Democratas apresentam um sentimento mais negativo sobre a moeda do Facebook, com ataques diretos e considerações burocráticas. Do outro lado os Republicanos se posicionam em favor da inovação e receios sobre censura de pagamentos e exclusões injustas do sistema.

Fonte: The Block

Sentimentos mistos

Olhando a audiência de uma forma ampla, percebemos que nenhum dos partidos realmente deposita confiança incondicional no Facebook. Enquanto os Republicanos se sentem perseguidos pelas políticas de censura da rede social, os Democratas ainda sofrem o estigma do vazamentos de dados da Cambridge Analytica.

As preocupações de cada partido também foram contabilizadas de acordo com determinados tópicos.

O primeiro gráfico aponta uma situação curiosa, 75% das questões se mostram construtivas ou neutras, os sentimentos ainda parecem mistos quando falamos do Congresso. Mas a situação muda no executivo.

A Libra “não vai acontecer sem o apoio completo do governo”

O presidente Donald Trump, que é em última análise a pessoa que no comando do dólar, não quer ver seu poder corroído por qualquer outra moeda. E o que significa o apoio do governo norte-americano à Libra? TUDO!

Na verdade David Marcus (chefe do projeto Calibra” disse:

“Eu quero deixar claro: Facebook não vai oferecer a Libra até respondermos todas as preocupações regulatórias e as aprovações necessárias”

Essas aprovações serão facilitadas ou dificultadas de acordo com as eleições presidenciais de 2020 que também definirão o Senado e a Câmara. O único candidato a declarar abertamente apoio ao Facebook foi o tecnocrata Andrew Yang:

Além dos candidatos Libertários, claro, esses a favor da livre competição em todos os âmbitos.

Independente de quem seja eleito, a Libra não vai sair do papel sem o Like do governo dos Estados Unidos e é o bom o Zuck se comportar bem nas próximas eleições para ganhar acesso ao grupo de banqueiros emissores de moeda.

Sobre o criador de conteúdo

Apaixonado por tecnologia, inovação e criptomoedas. Escrevo matérias para o Cointimes desde sua criação.

You don't have permission to register