O Shark Tank é um programa onde uma bancada composta por cinco investidores (chamados de “tubarões”) avalia projetos apresentados a eles e decidem se investem ou não nos mesmos – em troca de um percentual de participação no negócio.

Conforme noticiado pelo CriptoFácil no dia 07 de outubro, uma startup da indústria de criptomoedas compareceu na edição do programa que foi veiculada no dia 11 de outubro. Trata-se da EletroPay, dispositivo que viabiliza o recebimento de pagamentos eletrônicos e em criptoativos.

Recomendações de notícias:
++ A 3xBit investiu na Atlas Quantum?
++ 3xBit parcela leasing de 1.184 bitcoins e preocupa investidores

R$ 3,2 milhões por 20% de participação societária

A ideia da solução é disseminar as criptomoedas no varejo, por meio de um ponto de venda que apresenta condições favoráveis ao lojista. Além disso, ela também permite a compra de moedas digitais, funcionando como uma “mini plataforma OTC”.

Representando a EletroPay estavam Saint Clair Izidoro (chefe de operações na América Latina), Nilbert Vittorazzi (chefe de tecnologia) e Rodrigo Ambrissi (chefe de operações globais). Após uma sabatina feita pelos tubarões, onde questões como o modelo de negócios, o que são criptomoedas e aplicabilidade no varejo foram levantadas, a investidora-anjo Camila Farani fez a proposta de investir R$3,2 milhões por 20% de participação nos rendimentos.

De início, a empresa buscava R$ 3,2 milhões por 10% de participação. Depois do programa, a apresentadora e a empresa ainda têm 90 dias para fechar de fato o negócio.

De acordo com Saint Clair, em conversa com o CriptoFácil:

“A expectativa era de publicidade. Nosso objetivo é levar a tecnologia das criptomoedas e blockchain a um público grande. O valuation [valor do investimento proposto] foi baseado em um cálculo que fizemos de 100 mil máquinas. Dentro da proposta de escala, o olho dos investidores brilhou por conta do conceito de inovação e compreender que a solução faz parte de uma economia que não retrocederá.”

Vale ressaltar que o aporte de R$3,2 milhões feito por Camila Farani é um dos maiores valores já vistos no programa.

Fonte: CriptoFácil.