Em um recente episódio do programa “60 minutos”, Neel Kashkari, o presidente do Fed de Minneapolis, chocou a audiência ao literalmente dizer que possui dinheiro infinito.

Em um tom de tranquilidade, o presidente do Fed tentou acalmar os cidadãos que temem as consequências da crise de liquidez que os bancos enfrentam.

Enquanto os bancos centrais no mundo todo estão tomando atitudes emergenciais, evidenciando uma grave crise, Kashkari deixa a entender que você deve ficar tranquilo.

Leia também: [Urgente] Governo brasileiro se prepara para confisco de dinheiro

Dinheiro infinito é a solução para os nossos problemas?

“Seu caixa eletrônico está seguro. Seus bancos estão seguros. Há dinheiro suficiente no sistema financeiro e uma quantidade infinita de dinheiro no Federal Reserve.”

Neel Kashkari, presidente do Fed de Minneapolis

Assista ao vídeo:

Enquanto Kashkari parece considerar que sim, o dinheiro infinito é a solução para os problemas causados pela crise, a injeção de dinheiro é causa de inúmeros outros problemas.

Um deles é o aumento da desigualdade social, como explicado no artigo “Como Bancos Centrais aumentam a Desigualdade“, os dólares novos são injetados na economia através do canal de crédito afeta primeiramente os mercados financeiros.

Desta forma, os agentes de mercado mais próximos do governo e do Banco Central são os beneficiados pelos dólares recém-criados. Então, até que o novo dinheiro circule o suficiente para chegar nas mãos dos mais pobres, a inflação já corroeu o poder de compra.

Por fim, achar que a inflação é a única consequência da impressão irresponsável de dinheiro é o único problema é um erro. Ela é causa do aumento da miséria, pois basicamente suga poder de compra dos mais pobres para dar aos grandes bancos, aumentando a desigualdade.