Um dos fundadores da exchange BitMex se rendeu as autoridades dos Estados Unidos sob acusação de criar um esquema para evitar as leis contra lavagem de dinheiro. 

Benjamin Delo, segundo a Bloomberg, já teria conversado com as autoridades do caso e arranjado sua rendição remotamente na segunda-feira. Ele afirmou que não é culpado e foi solto após pagar uma fiança de US$ 20 milhões. De acordo com Rachel Miller, representante do acusado, ele pretende limpar seu nome:

“As acusações contra Ben são infundadas e representam um exagero injustificado pelas autoridades americanas. Ben pretende se defender das acusações e limpar seu nome no tribunal.”

Delo é um cientista da computação que criava algorítimos de trading para o JP Morgan antes de fundar a Bitmex com Samuel Reed e Arthur Hayes. Em pouco tempo a Bitmex virou a maior exchange de derivativos do mundo. 

Samuel Reed foi preso em outubro de 2020 e solto após pagar US$ 5 milhões, seu processo ainda irá para julgamento. Arthur negocia sua rendição para abril. Já o executivo Greg Dwyer, que vive em Bermuda, recusou qualquer acordo e seu processo de extradição já começou. 


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Leia também: Binance está sob investigação nos EUA diz Bloomberg, BNB despenca


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!