A International Business Machines Corp. (IMB), fornecedora de tecnologia para a criação de moeda digital, disse que pelo menos dois “grandes bancos dos EUA” estão considerando seguir a liderança do JPMorgan Chase & Co. na emissão de uma moeda digital.

Jesse Lund, vice-presidente de blockchain da IBM, disse que a empresa manteve discussões iniciais com os dois credores sobre a emissão da chamada stablecoin – um token digital vinculado 1:1 a uma moeda estabelecida como o dólar americano. O JPMorgan, o maior banco dos EUA em ativos, anunciou em fevereiro que iria emitir uma moeda digital atrelada ao dólar, chamada JPM Coin.

“Recebemos interesse logo após o JPM Coin“, disse Lund em entrevista por telefone. Os outros dois bancos “nos procuraram depois desse anúncio”. Ele se recusou a dar um nome aos bancos.

Remessas internacionais são facilitadas

As moedas digitais podem permitir transferências instantâneas de fundos entre contas institucionais, reduzindo os tempos de liquidação e facilitando a movimentação de dinheiro internacionalmente. O JPMorgan, que movimenta mais de US$ 5 trilhões em pagamentos de atacado por dia, disse que sua moeda usará seu próprio blockchain privado para acelerar os pagamentos entre os clientes corporativos.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

A IBM disse que também está trabalhando com seis bancos fora dos EUA em moedas digitais. Entre eles estão o Busan Bank do BNK Financial Group Inc. na Coréia do Sul e nas Filipinas, a Rizal Commercial Banking Corp., que deve emitir uma stablecoin no segundo trimestre, disse Lund. Os bancos estão aguardando aprovações dos reguladores.

Stablecoins podem gerar ainda mais receita

As moedas emitidas pelos bancos internacionais podem ser executadas na nova rede Blockchain World Wire da IBM, que foi introduzida na segunda-feira. As moedas digitais podem ser usadas para liquidar transações entre clientes de diferentes bancos. Emprestando as moedas, os bancos podem obter juros e cobrar taxas de transação, disse Lund.

“Há uma nova oportunidade de receita para os bancos”, disse ele. “Os bancos agora estão começando a pegar o burburinho.”

As stablecoins tornaram-se populares no ano passado, com quedas bruscas nos preços das criptomoedas levando os traders a procurar alternativas mais seguras. Isso levou à ascensão do rei de stablecoin Tether, bem como ao lançamento de uma série de outras stablecoins para usuários corporativos e de varejo.

Fonte: Bloomberg.


Quer aprender mais sobre Bitcoin? Conheça o Cointimes Research | Bitcoin o maior relatório brasileiro sobre Bitcoin. São 60 páginas com tudo que você precisa saber sobre o presente e o futuro da maior criptomoeda do mercado.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!