Chegamos no final dessa semana com o preço do Bitcoin chegando a US$9 mil para depois voltar para os US$8800.

Mas muita coisa aconteceu além do rally da principal criptomoeda.

Bancos queimando no Líbano

via GIPHY

Na segunda-feira (27/03) três bancos foram queimados, diversos caixas eletrônicos vandalizados, estradas fechadas e um confronto aconteceu na cidade de Tripoli no Líbano. Nem mesmo o receio do covid19 parou os protestos.

Os protestos deixaram 53 soldados feridos, pelo menos 1 morto e também trouxeram mais instabilidade para um governo em crise. Com uma dívida equivalente a 150% do PIB, o Líbano não consegue se reerguer, tendo pedido ajuda para o FMI.

A situação no Líbano é muito complicada, por lá os bancos confiscaram dinheiro da população com o aval do governo para se salvarem. O governo também está falido e pede desesperadamente ajuda do FMI.

 E agora muitos deles estão fechados por conta de revolta popular.

É aquela história, deixe no banco apenas aquilo que você pode perder. 

Mais da metade da Europa crê que Bitcoin será crucial à economia

Pelo menos 66% da Europa está confiante em um próspero futuro para o Bitcoin. Os dados vêm de uma pesquisa realizada pela Bitflyer, uma exchange sediada em Tóquio, e inclui mais de 10.000 pesquisados.

Além disso, dos mais de 10 países incluídos na pesquisa, a Itália é a mais otimista: 72% creem na longevidade da criptomoeda. Isso se deve, possivelmente, por ser o país mais afetado pelo Covid-19 em março.

Desses 72%, também houve a maior proporção de pessoas que acham que o Bitcoin será a principal moeda da economia mundial no futuro.

Fique sempre ligado nas notícias seguindo o Cointimes no Telegram.

BitcoinToYou –  Negocie criptomoedas sem pagar taxa   A primeira corretora do Brasil, negociamos criptomoedas desde 2010.  Abra sua conta grátis!   Abrir conta