Demorou, mas o Ibovespa, índice da Bolsa de Valores de São Paulo, conseguiu chegar à marca histórica dos 100 mil pontos, estabelecendo um novo recorde de maior alta de todos os tempos.

ibovespa 100 mil pontos

O Ibovespa tocou os 100 mil pontos às 14h34, chegando aos 100.028 pontos. O volume é de mais de R$7,45 bi. Até o momento, as maiores altas são das empresas: Ambev ON (4%) e Petrobrás (2,53% nas ações ordinárias).

A bolsa brasileira já havia chegado aos 100 mil pontos na negociação de contratos futuros às 11h44 do dia de hoje (18/03). Vale lembrar que por serem contratos futuros, eles sempre operam um pouco acima do Ibovespa à vista, porque são acrescentados juros do período.

A busca pelos simbólicos 100 mil pontos já estava acontecendo desde a virada do ano, quando o Ibovespa passou por uma incrível valorização em um mês, chegando aos 90 mil pontos.

O mercado continua na expectativa da aprovação da Reforma da Previdência enquanto encara um cenário externo favorável.

Existe a expectativa de que as taxas de juros do Banco Central Americano serão mantidas a curto prazo, colocando em prática o que foi dito por Jerome Powell: ser paciente na política monetária.

A tendência é que as altas se tornem cada vez mais difíceis a partir de agora, tudo vai depender dos projetos do Goveno Bolsonaro serem postos em prática, entre o principal deles: a Reforma da Previdência. Caso ela não passe, é possível que vejamos uma correção massiva na Bolsa.

Desde o começo do ano, a Bolsa vem apresentando subidas consistentes apesar da correção no mês de fevereiro. Para continuar subindo no ritmo apresentado até agora, é preciso que os dados econômicos surpreendam a precificação já efetuada pelo mercado.

Você gostou desse conteúdo? Nós temos muito mais! Siga e compartilhe a página do Cointimes para se manter atualizado com os conteúdos mais relevantes. Estamos em todas as mídias sociais também: FacebookTwitterInstagram.