Bitfy - 760x150

A ditadura de Maduro fez a inflação na venezuela alcançar níveis inacreditáveis.

Entre os problemas estão: fome, violência, censura, repressão de idéias contrárias ao regime e hiperinflação, que colapsa a economia venezuelana.

Você pode entender melhor a crise dos nossos vizinhos, vendo esse vídeo curto e explicativo:

Esse texto se concentrará em um desses problemas, o da inflação na Venezuela.

Black Friday Coingoback

 

Qual é o papel das criptomoedas?

O mercado ainda se pergunta qual é o papel das criptomoedas, se é ser um meio de troca ou se é ser um ativo de proteção contra crises econômicas e políticas, isto é, uma reserva de valor confiável, como o ouro.

O Bitcoin, a principal criptomoeda, reúne características que a torna interessante para as duas funções, entre elas: escassez legítima, infalseabilidade, durável, confiável, fácilidade no manuseio e velocidade.

As duas últimas características podem ser questionáveis a curto prazo. Porque o Bitcoin ainda não é fácil para a maior parte da população e ele ainda é uma tecnologia que não escala para uma ampla adoção no cotidiano.

Mas as outras características já são uma unanimidade para quem entende minimamente sobre economia monetária.

O Bitcoin é utilizado como refúgio da inflação na Venezuela

Até o momento, o colapso da moeda Venezuelana reforça a segunda alternativa: as criptomoedas, especialmente o Bitcoin, estão ganhando espaço como um ativo de proteção contra censura, violência e colapsos monetários.

O FMI previu uma inflação de 10.000.000% em 2019 para a economia da Venezuela.

O que isso significa? Duas coisas: o poder de compra do Bolívar venezuelano começou a derreter e a população perdeu confiança na moeda do seu governo. E o que acontece nesses casos? A imagem abaixo mostra:

inflação na venezuela causa problemas na compra de alimentos
É preciso 14.600.000 Bolívares para comprar 2.4kg de frango.

Não existe nada mais triste do que a destruição de uma moeda, que por sua vez, destrói a riqueza de uma população.

Os venezuelanos sentem isso na pele e buscam refúgio em qualquer coisa que sirva como uma reserva de valor minimamente decente, alguns encontraram refúgio no Bitcoin e outros no Ouro.

Mas por que isso acontece? O Bitcoin é livre de qualquer decisão arbitrária de um político ou de um banco central. E principalmente: ele é inconfiscável. Isso significa que um governo não tem a capacidade de mandar “congelar contas de Bitcoin” como é feito com bancos.

Como o governo poderia confiscar um objeto que ele não sabe que você tem? Pois é, essa é uma vantagem das criptomoedas, em geral. No caso dos nossos vizinhos, existem poucas exchanges, e essas poucas estão sujeitas à repressão governamental.

O que aconteceu? Um imenso mercado negro se formou e a maioria das negociações se dá diretamente com as duas partes. Esses mercados negros não se formaram só para criptomoedas, mas para tudo: remédios, moedas estrangeiras e até comida.

Sabe o que isso significa? Fica mais difícil ainda para o governo controlar ou reprimir. As negociações se dão nas sombras, a maioria delas sem qualquer vestígio ou registro, dificultando ainda mais a fiscalização do governo.

Quer ir embora da Venezuela? Venda todos os seus bens, converta para Bitcoin, transfira para uma carteira e decore as 12 palavras-chave para recuperar seu saldo quando necessário. É isso, nice and easy.

Sua riqueza se torna extremamente móvel e você fica praticamente imune a confiscos de propriedade. Não sabe o que é isso? Experimenta tentar sair da Venezuela com Ouro, jóias ou dólares, é uma missão quase impossível.

E uma parte da população de lá parece ter aprendido a lição, é só ver o Volume de Bitcoins transacionados na madurolândia para chegar a essa conclusão.

inflação na venezuela faz o volume de bitcoins aumentar
Volume de Bitcoins trasacionados na Venezuela através do mercado peer to peer.

Conclusão

A Venezuela mostra como a adoção de criptomoedas pode se dar mais rápida do que imaginamos. Devemos considerar ainda o seguinte cenário: a internet no país é extremamente reprimida e sujeita a censura. Imagina se fosse um ambiente tão livre e fértil como o nosso?

É o papel de criadores de conteúdo ajudarem na propagação das criptomoedas. É uma missão louvável e extremamente digna preparar terreno para quem está chegando.

Mas o que acontece na Venezuela mostra a maneira mais eficiente das criptomoedas ganharem espaço: com colapsos monetários e cenários de violência estatal.

Em cenários como esse, as pessoas correm para as criptomoedas por uma questão de necessidade, não porque o Bitcoin é mais legal.

Vale a leitura do texto abaixo:

Você gostou desse conteúdo? Nós temos muito mais! Siga e compartilhe a página do Cointimes para se manter atualizado com os conteúdos mais relevantes. Estamos em todas as mídias sociais também: FacebookTwitterInstagram e Telegram


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br