A IOTA, uma rede para a Internet das Coisas (IOT), anunciou que espera reativar sua rede principal em 2 de março, depois de sofrer um ataque que se aproveitou de uma vulnerabilidade na carteira oficial.

O ataque deixou pelo menos 50 vítimas e perdas de até US$ 2 milhões que serão reembolsadas, de acordo com o co-fundador da Fundação IOTA, Dominik Schiener.

A equipe decidiu interromper o Coordenador, uma parte essencial da rede que gerencia transações, em 12 de fevereiro, como “uma medida extraordinária em resposta a um evento extraordinário”, como declarou o co-presidente da IOTA Foundation, David Sønstebø.

Leia também: IOTA anuncia correção do bug que causou perda de fundos