Em uma jogada surpreendente do governo japonês, os políticos do país agora podem receber doações em criptomoedas de forma ilimitada, e sem a necessidade de divulgá-las às autoridades envolvidas.

Sanae Takaichi, ministra de assuntos internos e comunicação do país, revelou isso em uma coletiva de imprensa há alguns dias. Ela alegou que as doações de criptomoedas não estão sujeitas à Lei de Controle de Fundos Políticos, portanto, não precisam de divulgação e os políticos não têm limites para receber tais doações.

Recomendações de notícias:
++ Banco Central chinês está contratando experts para sua moeda digital
++ TOP 5 livros que lhe ajudarão a investir melhor

Bitcoin não se encaixa em regulamentações eleitorais

Além disso, ela indicou que a lei japonesa não exige que doações de criptografia sejam incluídas no saldo do político, o que pode suscitar algumas preocupações para alguns.

“Os ativos criptográficos não se enquadram em nenhuma das regulamentações e, portanto, não limitam doações”.

Agora, isso mostra a adoção no Japão apenas um passo adiante. Sanae Takaichi também disse:

“… Como limitará as atividades políticas dos políticos, será um problema a ser discutido por cada partido e cada grupo”.

Embora os críticos levantem preocupações sobre possíveis abusos provocados por esse movimento (influência política ilimitada, lavagem de dinheiro etc.), eles ignoram o fato de que a indústria de criptomoedas foi fortemente regulamentada no país e é governada pela Autoridade de Serviços Financeiros e por outras instituições. agências governamentais através de organizações auto-reguladoras.

Embora as doações de criptografia não tenham sido testadas como tal, espera-se que em breve veremos a lei sendo amplamente interpretada a esse respeito.

Fonte: CryptoIq.


Recomendado para você: