Até ontem, o Oráculo descentralizado Chainlink tinha mais de US$1 bilhão em ativos, chegando a ser a 11ª maior criptomoeda do mercado. Hoje, o token LINK chegou a ser uma das piores assets, após grande queda de preços por um flash crash.

Na Binance, o seu valor pós flash crash, chegou a apenas US$0,01, pouco antes de se recuperar.

Fonte: Binance

Semana de perdas constantes

Não há como negar: o Bitcoin (e outras criptomoedas) está tendo uma de suas piores semanas, chegando ao novo baixo de US$6 mil. Além disso, podemos observar outras moedas como XRP e Ethereum com perdas nas casas das dezenas – algumas, ainda, passando dos 30% em poucas horas.

Na semana passada, o LINK tinha conquistado sua nova alta de US$5, antes de sofrer o flash crash. Atualmente está sendo comercializada por, aproximadamente, US$2,50, o que representa uma queda de ~55%.

Já na Binance, considerada a maior exchange por quantidade de volume de trocas, o token sofreu um colossal flash crash, que o deixou em apenas US$0,0136 por alguns momentos.

Mesmo que o token tenha recuperado boa parte do seu valor em poucas horas, uma queda tão massiva ainda deixa marcas cruciais na rotina de traders envolvidos.

O que é um Flash Crash?

Por fim, o flash crash é o tipo de evento que despenca o valor de um ativo por um tempo curto, antes de retornar ao ponto prévio do evento. Acontece, geralmente, em exchanges ou mercados específicos.