O Litecoin pode estar em um dos seus melhores momentos, levando em conta dados de rede e pesquisas no Google. Desde seu halving em agosto de 2019, a moeda já subiu cerca de 79% em preço.

A cotação da criptomoeda Litecoin (LTC) está em US$ 168,68 com alta de 30,51% nos últimos 7 dias, de acordo com dados do Coingolive. No Brasil, a altcoin é negociada por volta de R$ 930 na Foxbit.

Por outro lado, o LTC acumula baixa de 24% em relação a sua máxima histórica de 2017, enquanto o bitcoin já se recuperou completamente e tem atingido novos recordes recorrentemente nos últimos dias.

Como já explicamos anteriormente, o Litecoin é um fork do Bitcoin criado pelo desenvolvedor Charlie Lee, mas com algumas modificações como o tempo de confirmação das transações e o número limite de moedas 4 vezes maior. A cripto é comumente chamada de “a prata do Bitcoin (o ouro do mercado cripto)”.

Embora os desenvolvedores não pareçam estar tão ativos quanto antes se olharmos o gráfico de atividade no github, Lee já explicou que a maior parte das atualizações do LTC são puxadas do BTC e os devs só colocam suas modificações no código principal quando estão realmente prontas em um repositório pessoal.

Atividade no repositório do código de Litecoin. Fonte: Github e BraveNewCoin.
Atividade no repositório do código de Litecoin. Fonte: Github e BraveNewCoin.

Por conta disso, quando um dos desenvolvedores do projeto “colam” o seu trabalho pessoal no github principal, de repente aparece muita atividade de uma só vez no projeto litecoin. Vale lembrar que recentemente foi publicado no github da criptomoeda os Extension Blocks e MimbleWimble, atualizações de escalabilidade e privacidade, respectivamente. Ainda em fase de testes, elas devem ser implementadas em 2021.

Enquanto isso, a rede do Litecoin está crescendo se levarmos em conta o número de endereços ativos no blockchain, que vem subindo de maneira constante desde março de 2020. Adicionalmente, o uso do Segwit vem aumentado também, atingindo uma máxima histórica de 95% em setembro de 2020, embora tenha caído recentemente para 74%.

Uso do SegWit no Litecoin
Uso do SegWit no Litecoin. Fonte: Blockchair

A implementação além de resolver um problema técnico das transações da criptomoeda, melhorou a escalabilidade da rede e permitiu a Lightning Network funcionar corretamente. Mas apesar de estar disponível, falta uma adoção mais forte para ganhar tração no mercado.

Por fim, é interessante ver que o interesse pelo Litecoin está voltando, de acordo com dados do Google Trends.

gráfico de pesquisas pelo termo "Litecoin" no google ao redor do mundo
Fonte: Google Trends

Ao redor do mundo, as buscas por “Litecoin” estão em máximas de quase 3 anos, mesmo ainda estando longe do pico de 2017. O interesse pelo termo vem aumentando de forma rápida e constante nas últimas semanas.

Qual a sua opinião sobre o aumento de interesse pela quinta maior criptomoeda do mercado? Deixe seu comentário abaixo.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br