Grandes veículos de mídia noticiaram na segunda-feira (13) que o Walmart, maior rede varejista dos EUA, havia fechado uma parceria com a Fundação Litecoin. Como resultado, o LTC disparou nas bolsas e atingiu alta diária de 34% em certo ponto.

No entanto, o press release foi chamado de “falso” por um porta-voz do Walmart aos mesmos veículos de comunicação que publicaram a notícia. A conta verificada do Litecoin no Twitter também compartilhou a notícia, mas acabou deletando o tweet.

De acordo com o falso press release, o Walmart começaria a aceitar LTC como forma de pagamento a partir de 1 de outubro deste ano. A notícia veio após, em agosto, a empresa anunciar uma vaga para gerente de produto de criptomoeda, o que tornou o fato ainda mais crível.

De acordo com ​​Neeraj K. Agrawal, do CoinCenter, a notícia era suspeita pois não havia sido publicada no site oficial do Walmart e o email informado na matéria não era da empresa. Segundo o usuário do Twitter de pseudônimo DogeToshi, o WALMART-CORP.COM (o domínio de e-mail usado no comunicado à imprensa) foi registrado no mês passado e não consta em nenhum site oficial. 

Após a confirmação de que a parceria era falsa, a cotação do Litecoin recuou 23%em uma hora segundo o CoinGoLive.

volatilidade do LTC nessa segunda-feira
Gráfico do par Litecoin/USD. Fonte: CoinMarketCap.

Leia Mais:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br