Jim Cramer, o analista do mercado de ações mais famoso dos Estados Unidos e apresentador de longa data do programa “Mad Money” da CNBC, twittou que deseja ser pago em Bitcoin.

Cramer comprou Bitcoin pela primeira vez em setembro passado como uma proteção contra a inflação, apesar de ter criticado a criptomoeda no passado. O retorno da inflação preocupou Jim, que procurou por um ativo para se proteger.

[…] Eles ficaram arruinados no Zimbábue, e quando digo “arruinados” quero dizer literalmente. Eles pensaram que tinham muito dinheiro e descobriram que não tinham, e isso não é necessariamente diferente do que você e eu estamos falando agora. Todos nós podemos ter pensado que, antes de o governo imprimir quatro trilhões de dólares, tínhamos muito dinheiro, mas talvez não tenhamos, afirmou Jim na época.

Leia mais: Jim Cramer alerta sobre hiperinflação estilo Zimbábue nos EUA

Depois disso, ele começou a defender que as empresas adicionassem Bitcoin aos seus balanços para se proteger contra o aumento explosivo da base monetária.

A CNBC paga à sua maior estrela cerca de US$ 5 milhões por ano, isso equivale a aproximadamente 83 bitcoins na cotação atual.

Mais recentemente, a MicroStrategy confirmou que irá pagar alguns dos seus diretores em BTC, não gastando as moedas em reserva da empresa, mas comprando novos bitcoins para realizar os pagamentos. 

Leia mais: Microstrategy pagará diretores em Bitcoin, comprando ainda mais BTC

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br