• Apesar dos rumores recentes, a Malásia não planeja adotar criptomoedas como moeda legal;
  • Honduras também viu rumores parecidos, mas o Banco Central do país descartou a ideia de que poderia seguir os passos de El Salvador.

O vice-ministro das Finanças do país, Mohd Shahar Abdullah, refutou as recentes especulações de que o bitcoin e outros ativos digitais poderiam ser legalizados na Malásia. Em vez disso, ele disse que o país se concentrará na emissão de uma moeda digital do banco central (CBDC).

O Cointimes informou no início desta semana que o vice-ministro da Malásia do Ministério da Comunicação do país propôs que a nação seguisse os passos de El Salvador e adotasse o bitcoin como moeda oficial. Isso o tornaria o segundo país do mundo a tomar essas medidas.

No entanto, a Bloomberg informou nesta quinta-feira (24) que o vice-ministro das Finanças da Malásia descartou tais planos no momento.

“Criptomoedas como o Bitcoin não são adequadas para uso como instrumento de pagamento devido a várias limitações”, disse o vice-ministro sem fornecer detalhes sobre essas “várias limitações”.

O político descreveu um caminho diferente que a Malásia tomou – por meio de uma moeda digital do banco central.

“A crescente tecnologia e o cenário de pagamentos levaram o Bank Negara Malaysia a avaliar ativamente o potencial de uma moeda digital do banco central (ou CBDC)”.

Honduras também descarta o Bitcoin como moeda oficial

Outro país que recentemente negou rumores similares foi Honduras. O Banco Central do país publicou no Twitter um comunicado dizendo que Bitcoin não estava regulamentado e não serviria como moeda oficial.

O Banco Central de Honduras deixou claro que continuaria sendo o único órgão no país permitido a emitir moeda oficial, e poderia, no máximo, estudar uma moeda digital de banco central (CBDC).

Veja também:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br