Com 91.064 bitcoins em caixa, a maior empresa de inteligência empresarial do mundo, a MicroStrategy, é agora também a maior companhia bitcoiner de capital aberto no mundo. Apenas nas últimas 3 semanas, a empresa liderada por Michael Saylor comprou 20.247 BTCs, o equivalente a 3 vezes a fortuna de Luiz Barsi, o maior investidor individual da bolsa de valores brasileira.

Segundo estimativa d’O Estado de S. Paulo em 2019, Barsi possuía por volta de 2 bilhões de reais. Com a estratégia de comprar ações de boas empresas pagadoras de dividendos, ele se tornou um dos mais renomados investidores brasileiros. Ao ser perguntado sobre Bitcoin, no entanto, Luiz respondeu ao E-Investidor que nem pensa nisso porque “não tem estrutura, não tem significado”.

Para ele, o Bitcoin é “uma criação de alguém que projeta um futuro nebuloso para poder tirar dinheiro das pessoas e enganar aqueles que não tem uma raiz forte, em termos de fundamento.”

“Na realidade, as criptomoedas atraem apenas os jogadores, não atraem os investidores, na minha opinião. Por isso que eu nem penso nelas.”, concluiu Barsi.

Mas Barsi não é o único investidor repeitado a criticar a maior criptomoeda do mercado, Warren Buffett, considerado o melhor investidor do mundo, chamou o ativo digital de “veneno de rato”. O ex-CEO do PayPal chegou a chamar o BTC de “maior golpe da história” e o próprio Michael Saylor, CEO da MicroStrategy já achou que o Bitcoin teria o mesmo fim de um cassino online.

Hoje, porém, a lista é extensa de famosos que mudaram de ideia em relação ao Bitcoin. Agora o criptoativo é negociado no PayPal e o CEO da MicroStrategy é considerado um dos maiores “evangelistas” do Bitcoin como reserva de valor, tendo realizado uma conferência para impulsionar a adoção corporativa da moeda.

A empresa inclusive deixou de acumular bitcoins somente em momentos de baixa e ontem comprou US$ 15 milhões em bitcoin na alta histórica, antes do ativo registrar uma nova máxima em US$ 60.000. Alguns investidores passaram a enxergar as ações da MicroStrategy (NASDAQ:MSTR) como uma espécie de ETF de Bitcoin, já que elas passaram a acompanhar a valorização do “ouro digital”.

Últimas compras da MicroStrategy:

  • Dia 12/03 – 262 BTC por 15 milhões de dólares na cotação de US$ 57.146
  • Dia 05/03 – 205 BTC por 10 milhões de dólares na cotação de US$ 48.888
  • Dia 01/03 – 328 BTC por 15 milhões de dólares na cotação de US$ 45.710
  • Dia 24/02 – 19452 BTC por 1,026 bilhões de dólares na cotação de US$ 52.765

Se realizadas na cotação atual, as moedas gerariam um ganho de US$ 136 milhões para a empresa em pouco mais de 2 semanas. Mas se levarmos em conta todas as suas compras de Bitcoin desde 2020, a MicroStrategy já acumula ganhos na ordem de US$ 3,2 bilhões (R$ 17,7 bilhões), quase 9 vezes mais que a fortuna de Barsi.

Qual a sua opinião sobre o Bitcoin como forma de investimento, parece uma questão de tempo até que mais investidores percebam suas características fortes de uma boa reserva de valor? Deixe suas reflexões sobre isso na seção de comentários abaixo.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br