• MicroStrategy, do empresário bitcoiner Michael Saylor, vai comprar ainda mais bitcoin com um empréstimo de mais de US$ 200 milhões.
  • Para tomar o empréstimo, a empresa utilizou bitcoins do seu caixa como garantia.

A MicroStrategy, empresa de análise de dados liderada pelo bilionário Michael Saylor, anunciou na terça-feira (29) que uma de suas subsidiárias fez um empréstimo de US$ 205 milhões para comprar mais bitcoin e está usando a criptomoeda como garantia, novamente reafirmando seu compromisso sem precedentes com o BTC à medida que o mercado nascente encena uma reviravolta.

Em um documento regulatório compartilhado na manhã de segunda-feira, a MicroStrategy divulgou que sua subsidiária integral MacroStrategy entrou em acordo com o credor Silvergate Bank na quarta-feira para assumir um empréstimo de US$ 204,7 milhões, líquido de taxas e despesas de fechamento, que planeja usar para comprar bitcoin, pagar despesas de empréstimos ou para fins corporativos gerais.

O empréstimo de três anos foi garantido com cerca de US$ 820 milhões em bitcoin, representando cerca de 12% das participações gerais de criptomoedas da MicroStrategy; os termos do acordo exigem que pelo menos US$ 410 milhões em bitcoin sejam mantidos em garantia, assumindo que o principal total de US$ 205 milhões permaneça.

Em um comunicado, Saylor disse que o empréstimo dá à MicroStrategy uma oportunidade de “promover [sua] posição” como a empresa pública com o maior investimento em bitcoin e disse que usar a criptomoeda como garantia do empréstimo, o primeiro para a empresa, permitiria executar ainda mais sua estratégia de bitcoin.

A empresa, que começou a comprar BTC para seu balanço em agosto de 2020, diz que agora detém aproximadamente 125.051 bitcoins, comprados por quase US$ 3,8 bilhões, ou um preço médio de US$ 30.200 por moeda – alguns dos quais foram comprados com a ajuda de cerca de US$ 2,2. bilhões em dívidas contraídas antes da semana passada.

As ações da MicroStrategy caíram cerca de 0,6% na manhã de terça-feira e caíram cerca de 9% no ano, em comparação com um declínio de 5% para o S&P 500.

Enquanto isso, o preço do bitcoin subiu cerca de 1%, para US$ 47.803, depois de entrar em uma área de desempenho positivo para o ano na segunda-feira.

O banco de criptomoedas Silvergate triplicou seu lucro para US$ 78,5 milhões no ano passado, com os depósitos médios de clientes de moeda digital saltando para um recorde de US$ 13,3 bilhões e seu portfólio de empréstimos lastreado em bitcoin cresceu para cerca de US$ 570,5 milhões em compromissos.

O Bank of America recentemente deu às ações uma meta de preço de US$ 200 (implicando 50% de alta), dizendo que a “vantagem do primeiro movimento” do banco é um bom presságio, dada a crescente adoção institucional.

Veja também:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br