O polímata, criador do termo “smart contracts” e cypherpunk Nick Szabo fez um grande alerta seu Twitter na madrugada desta quinta-feira.

“Os ativos digitalizados centralizados são profundamente inseguros. Não coloque tanto da riqueza da sua família em ativos que um estranho possa ligar e desligar como um interruptor.”, disse Nick.

A declaração é feita depois do smart-contract tBTC ter sido desativado por 10 dias por conta de um bug que poderia interromper o saque de bitcoins dos contratos. O tBTC é um token na rede Ethereum (padrão ERC-20) que permite o uso do DApp (aplicativo descentralizado) tBTC para depósitos de bitcoin no sistema enquanto ele gera um token na carteira do Ethereum.

Os desenvolvedores viram o bug e como em um apertar de botão pararam o Dapp, agora, a equipe coletou 99,83% de todos os tBTCs e está oferecendo a devolução dos bitcoins.

O comentário de Nick também serve para moedas digitais criadas por bancos centrais, como a moeda chinesa que detalhamos no post “O pesadelo chinês está chegando para o dólar, diz Forbes”. 

A União Europeia, Facebook e até mesmo o Brasil caminham a passos largos para a criação de sistemas com ativos digitais centralizados. O grande problema desses ativos é que eles dão enorme poder para os Bancos Centrais, companhias e governos, já imaginou sendo banido do sistema do Facebook por ter se expressado da forma errada? E acordar um dia e perceber que o plano Collor 2.0 foi executado com sucesso em um apertar de botão em Brasília?

Pois é, se você acredita que o cenário distópico de confisco está longe de acontecer veja a opinião de um dos mais respeitados investidores brasileiros no post “Estamos no “Grande Plano Collor Mundial”, afirma Luis Stuhlberger”.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br