O mercado de capitais brasileiro está otimista e em alta. Apesar da falta de controle em relação a pandemia do COVID-19, o Brasil está realizando sua abertura, que está impactando diretamente os números da economia. Tal movimento fez com que o IBOVESPA atingisse os 100 mil pontos.

variação do IBOV,BTC e Ouro gráfico

O mercado norte-americano por outro lado não parece estar tão otimista assim. Com o número crescente de infectados no país, apesar de menos mortes, o S&P 500 permanece lateralizado.

Já no universo das criptomoedas, nos últimos dois meses, o Bitcoin variou entre os 9.500 USD a 9.000 USD, o que teve como impacto a redução do seu Market Share do mercado. 

É importante ressaltar que, nos últimos dias, ocorreu uma valorização considerável de diversas altcoins, como Compound e Crypto.com. Essa valorização fez com que muitos analistas começassem a suspeitar de estarmos vivendo uma nova Alt Season (temporada de altcoins).

Esse cenário da Alt Season se deve, principalmente, à baixa volatilidade do Bitcoin, que atingiu sua menor faixa no último um ano e meio e apresenta um comportamento semelhante ao de abril de 2019, quando o ativo se valorizou mais de 20% em apenas uma semana.

Entretanto, deve-se tomar cuidado nesse momento de mercado. Graças ao baixíssimo volume operado no mercado spot (o menor dos últimos seis meses), há um grande risco de manipulação de mercado, que pode desconfigurar análises de curto e médio prazo.

Ou seja, quando mais a volatilidade do Bitcoin cai, maior o risco de manipulação devido ao baixo volume.

Por fim, apesar dessa certa estabilidade de mercado e perda de espaço do Bitcoin, o ativo apresentou diversas notícias positivas nessa última semana, entre elas o fato do recorde em sua Hash Rate (na média dos 7 dias), a possibilidade de IPO da Coinbase, e também a mudança de perfil dos investidores de criptomoedas.

De acordo com pesquisas da FCA e da Mode, cada vez mais, as gerações mais antigas e conservadoras estão moldando o novo perfil do investidor de criptomoedas. Isso mesmo, os antigos críticos do ativo estão começando a mudar sua visão em relação ao mercado.

gráfico interesse de boomers e da geração x

Inclusive, esse foi o tema do Mercurius Mondays dessa semana, onde mostramos que os críticos do Bitcoin também compram o ativo.

Spoiler: incluindo um banco que recentemente criticou o BTC.

Quer saber mais?

Baixe gratuitamente nosso report.

Até segunda que vem.

Por: Orlando Telles